Abastecimento de água em Campina Grande poderá ser municipalizado

112
0
COMPARTILHE

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (12) que a gestão da água poderá passar a ser responsabilidade do município. Ele citou a experiência na área de iluminação pública e culpou em partes a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) pela crise hídrica na cidade. A declaração foi dada durante a visita do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), a João Pessoa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“É uma possibilidade. Nós tivemos agora um êxito muito grande na questão da gestão da iluminação pública embora a Energisa preste um bom serviço, mas nós avançamos significativamente. O serviço nosso tem um tempo resposta muito menor, fizemos o dever de casa. Não descartamos esta possibilidade da municipalização do serviço, ate porque este setor pertencia à prefeitura, então no mínimo, este assunto precisa ser rediscutido. O que a Cagepa se beneficiou mais de 50 sem pagar nada a prefeitura não conta? Porque ela aferiu lucro, este lucro fez o que? Não é investimento da Cagepa, tanto que a crise hídrica que a gente enfrenta hoje é falta de investimento da Cagepa, no sistema de abastecimento e no tratamento”, disparou.

De acordo com o Correio Online, Romero falou ainda sobre a implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico. Segundo ele, um dos pontos a se melhorar em Campina Grande é a questão do tratamento do esgoto.

“Estamos trabalhando. Implantamos o plano municipal de saneamento básico, que contenta todos os viés vinculados a questão de sistema de abastecimento, reuso da água. Campina Grande, infelizmente embora tenha uma boa coleta de esgoto, trata apenas 7% de tudo que é coletado e este índice é muito baixo. Nós temos uma rede de coleta muito ampla, mas não há um reaproveitamento, que poderia ser revertido em favor da cidade tendo em vista a crise hídrica. Vamos discutir com a sociedade e discutir esta questão, em tempo grave, temos que ter um reaproveitamento do esgoto que é um rio perene e a gente não pode desperdiçar”, finalizou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas