Acordo com credores abre possibilidade de empr?stimo maior, diz Alexis Tsipras

7
0
COMPARTILHE

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, defendeu nesta quarta (29) o princípio de acordo alcançado com os credores para um terceiro resgate, alegando que isso abre possibilidade para obtenção de um empréstimo maior em troca dos mesmos esforços.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Em entrevista a uma emissora de rádio, Tsipras assegurou que no início das negociações os credores só estavam dispostos a conceder os fundos do segundo resgate, que estavam pendentes, e, sobretudo “os países do Norte não queriam dar um único euro” aos gregos “preguiçosos.”

“A tese no Eurogrupo era de que a Grécia devia cumprir o programa anterior, de Antonis Samaras”, com uma série de compromissos, que são “exatamente os mesmos” de agora, só com a diferença que o dinheiro disponível era de cerca de 12 bilhões de euros para um total de cinco meses, afirmou Tsipras.

“Agora passamos para 86 bilhões de euros para três anos”, disse, adiantando que o terceiro resgate, caso seja assinado, prevê que uma vez concluída a primeira avaliação do programa, em novembro, trate do corte da dívida, questão que o governo de esquerda radical converteu como um dos seus principais cavalos de batalha.

“Se tivesse feito o que me pedia o coração durante aquelas negociações de 17 horas, teria ocorrido uma série de acontecimentos que teriam levado à perda de todos os depósitos bancários”, assegurou Tsipras durante a entrevista à emissora de rádio.

Segundo ele, primeiro teriam fechado as filiais dos bancos no estrangeiro e depois o Banco Central Europeu teria deixado de aceitar as garantias dos bancos gregos em troca da concessão dos créditos de emergência, o que acabaria por conduzir à falência todos os bancos e levaria à consequente perda dos depósitos.

Tsipras destacou que só podia optar entre “uma ‘vitória de Pirro’ ou um acordo” e disse que não se arrepende “nem um só momento” do que se passou em cinco meses de negociações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas