Acusado de tentar matar mulher tem pena reduzida e vai para o semi-aberto, em JP

22
0
COMPARTILHE

O homem acusado de tentar matar a mulher em dezembro de 2011, em João Pessoa, teve a pena reduzida e vai cumpri-la em regime semi-aberto. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (12), na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). Naquele ano, a vítima foi esfaqueada e caiu de um carro em movimento na Avenida Ruy Carneiro.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A defesa do réu não aceitou a pena de 10 e oito meses de reclusão, imposta pela Justiça em março deste ano, recorreu e a considerou “exacerbada”, levando em conta que ele confessou os crimes cometidos. Com isso, a pena do acusado caiu de 10 para oito anos, em regime semi-aberto.

A defesa ainda queria que o processo fosse anulado, alegando que o assistente de acusação não teria inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), mas o relator do processo, o desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, não aceitou e disse que no relatório consta petição e procuração, nas quais é possível verificar que o assistente estava habilitado como estagiário da OAB, sob supervisão de uma advogada. Segundo o relator, os dois estavam na sessão plenária no dia do julgamento.

O crime

Uma fisioterapeuta de 36 anos foi esfaqueada e caiu de um carro em movimento, na manhã de 12 de dezembro de 2011, na avenida Ruy Carneiro, em João Pessoa. O então marido da vítima foi apontado como responsável pelo crime.

A vítima teria sido esfaqueada dentro do carro, ao mesmo tempo em que o acusado tentava jogar o veículo em um barranco. Segundo o TJPB, ela se jogou do veículo para escapar e o ex-marido acabou batendo o automóvel em um muro e depois fugiu a pé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas