Advogados contestam Justiça por negar registro de candidatura a Nabor Wanderley

5
0
COMPARTILHE

A assessoria jurídica do candidato da coligação ‘Pra frente com o povo’, Nabor Wanderley (PMDB), que disputa a Prefeitura de Patos, no Sertão paraibano, a 315 km de João Pessoa, emitiu uma nota, na tarde desta sexta-feira (9), alegando que contra Nabor Wanderley “não há nenhuma reprovação de contas, tendo em vista que as contas dos anos de 2005 a 2011 foram aprovadas, sem ressalvas, pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), estando apenas o ano de 2012 em análise”. A nota rebate a decisão da Justiça Eleitoral que negou o registro de candidatura de Nabor.

Leia também:


* Justiça eleitoral nega candidatura de Nabor Wanderley à prefeitura de Patos, na PB;


* Mãe de deputado federal é presa pela PF na PB em ação contra fraudes de R$ 11 milhões


* Vices assumem prefeituras em três cidades da PB alvos de operação da Polícia Federal


* “Paraíba está incomodada com perseguição a Francisca Motta”, afirma advogado

Segundo a assessoria do candidato, ele vai entrar, neste sábado (10), com um recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) para que o órgão eleitoral analise melhor as provas e restabeleça a candidatura.


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“Nabor Wanderley é plenamente elegível, não possui qualquer conta reprovada, seja no TCE ou na Câmara de Vereadores de Patos. Então, nós respeitamos o Poder Judiciário como um todo, mas, dizemos claramente que esta decisão está eivada de erros e, principalmente, de injustiça, porque tende a retirar, mas, não conseguirá, do processo eleitoral um candidato, um cidadão, que possui, não somente por ficha limpa, mas sim, uma vida inteira limpa sem qualquer condenação criminal e isso está nos autos, uma certidão de antecedentes criminais imaculados que não possui qualquer condenação no pleno do Tribunal de Contas do Estado ou mesmo na Câmara Municipal de Vereadores”, explicou a assessoria jurídica.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas