Agente penitenciário é suspeito de torturar apenados do PB-1, em João Pessoa

4
0
COMPARTILHE

Apenados da Penitenciária Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1, em João Pessoa, denunciaram que sofreram tortura praticada por um dos agentes da unidade. Em um dos casos, um apenado teria sido agredido 20 vezes pelo mesmo agente. O caso parou na Promotoria da Execução Penal de João Pessoa, na Vara de Execução Penal e na Defensoria Pública Estadual, que solicitaram abertura de inquérito policial para investigar a denúncia.


Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a solicitação, a Secretaria de Segurança e Defesa Social do Estado deve designar um delegado especial para apurar os possíveis casos de tortura.

De acordo com o promotor de Justiça, Otacílio Machado, diversos apenados já sofreram agressões físicas por parte do agente penitenciário, inclusive tapas no rosto. Em um dos casos, o agente suspeito teria disparado um tiro de borracha, que passou de raspão pela cabeça de um dos apenados. Um exame de corpo de delito confirmou a agressão em um dos apenados.

Além de solicitar a instauração do inquérito, o promotor Otacílio Machado encaminhou ofício ao secretário da Administração Penitenciária solicitando o afastamento do agente suspeito das agressões e torturas.

O Portal Correio entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Administração Penitenciária para saber um posicionamento sobre o assunto, mas foi informado pela assessoria que até as 16h, a Secretaria não havia recebido documentação referente a denúncia.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas