Angelina Jolie fala sobre e-mails da Sony que a chamava de “mimada” e “sem talento”

25
0
COMPARTILHE

Angelina Jolie falou pela primeira vez sobre o vazamento de e-mails da Sony após um ataque hacker em dezembro de 2014. Em um deles, o produtor Scott Rudin chamou a atriz de “garota mimada com pouco talento” em uma mensagem enviada para a executiva Amy Pascal, que reclamava com ele de um impasse com Jolie. Em entrevista ao jornal The New York Times, Angelina disse que não leu os e-mails.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

— Alguém me falou [sobre os e-mails]. Há algumas coisas que me incomodam e algumas que não. Ataques pessoais a mim? Acho que já estou acostumada com isso. Honestamente, meu primeiro instinto foi me preocupar com Amy. Pedi para alguém ligar para ela para saber se ela estava bem. Não porque sou uma santa, mas porque acho que precisamos olhar para o quadro maior. Ela tem filhos. Sabia que iria desembocar nela.

Na época, a Sony foi vítima de um ataque hacker como forma de protesto pelo lançamento do filme A Entrevista, no qual dois jornalistas planejam a morte do ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Além das mensagens sobre Angelina, o ataque também trouxe à tona os valores díspares pagos para homens e mulheres com a mesma relevância nos filmes, deixando claro o machismo que ainda reina em Hollywood.

Ainda ao NYT, Angelina Jolie também falou sobre o preconceito com mulheres na indústria cinematográfica.

— Machismo é parte de toda indústria e deve ser debatido. Mas tento focar não no negativo, mas no lado positivo do que podemos trazer. Quero apoiar outras mulheres por causa das oportunidades que eu tive — e eu tive muitas oportunidades. O que eu tento, como uma diretora mulher, é fazer o melhor trabalho que posso e, neste meio tempo, trazer atenção para outras tantas diretoras e roteiristas que puder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas