Astrônomo acredita que asteroide pode destruir a Terra este mês

6
0
COMPARTILHE

De acordo com um especialista em astronomia entrevistado por um jornal britânico, o asteroide 2016WF9, previsto para passar próximo à Terra no dia 16 de fevereiro de 2017, poderá causar uma grande destruição no planeta. Para o cientista, uma possível colisão do objeto daria o fim à atual civilização, provocando um grande tsunami. Por outro lado, conforme citou o site NE10, a Nasa (Agência Espacial Americana) diz que a proximidade do corpo celeste não representa perigo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os astrônomos ainda não sabem a origem do 2016WF9 com precisão, nem determinaram se o objeto é um asteroide ou um cometa sem nuvem de poeira. Ainda de acordo com os especialistas, o corpo celeste, visto pela última vez no dia 27 de novembro de 2016, tem pelo menos um quilômetro de diâmetro.

Os cientistas, coordenadores da missão espacial Neowise, relataram ainda que a descoberta foi feita a partir de uma observação de um telescópio com ondas infravermelhas. Recentemente, a agência internacional revelou que não sabia como proteger a Terra em casos de ameaças de algum asteroide, pois as estratégias se resumem apenas aos papéis.

Segundo os astrônomos, raros asteroides acabariam com a Terra e com a atual civilização. A Nasa ameniza ao dizer que a probabilidade de um deles atingir a Terra é de um em cada 50 ou 60 milhões de anos. Depois de um asteroide exterminar os dinossauros, muitas pessoas ainda pensam que o próximo poderá acabar de uma vez com a Terra.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas