Autoridades do Brasil e da Colômbia são chamadas para investigar queda de avião

7
0
COMPARTILHE

As causas da queda do avião da Chapecoense, que provocou a morte de 71 pessoas na madrugada de terça-feira (29), serão analisadas pelo procurador-geral da Bolívia, Ramiro Guerrero, que, no entanto, convocou seus pares de Brasil e Colômbia para analisar a questão, segundo informou a agência EFE.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“Convidei os colegas de Brasil e Colômbia para ver de maneira concreta o caso do acidente aéreo que matou os jogadores do time de futebol da Chapecoense, jornalistas e tripulantes do avião da linha aérea Lamia”, disse o procurador-geral.

O avião pertencia à companhia aérea boliviana Lamia, que passou a ser alvo de investigação das autoridades pela possibilidade de o voo não ter sido realizado segundo os protocolos necessários.

Na última quinta-feira (1º), a permissão de operação da Lamia foi retirada pelo governo da Bolívia. Durante as investigações, as principais autoridades da Aeronáutica boliviana estão suspensas.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas