Autoridades paraibanas consideram Teatro Pedra do Reino como rota ideal de eventos

5
0
COMPARTILHE

Diversas personalidades paraibanas, acreditam que a capital paraibana entrou de vez na rota dos eventos e espetáculos internacionais com a inauguração do Teatro Pedra do Reino. O equipamento, recém-entregue pelo governador Ricardo Coutinho, na noite da quinta-feira (5), foi considerado pelas autoridades um presente estratégico para o desenvolvimento econômico e cultural do Estado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A vice-governadora do Estado, Lígia Feliciano disse que, além da sensação de felicidade há um sentimento de contribuição para o desenvolvimento da Paraíba. “Sinto orgulho em fazer parte dessa história, com o governador Ricardo Coutinho, que neste momento entrega um dos maiores teatros do Brasil aos paraibanos, como presente no dia do aniversário da Capital”, comentou. “A Paraíba, especialmente João Pessoa, recebe um teatro do nível dos teatros internacionais. É mais uma obra deste governo para o crescimento do Estado. Ele trará mais turismo e desenvolvimento”, previu a vice-governadora.

Ainda entre as autoridades presentes na solenidade de inauguração do Teatro Pedra do Reino, que é uma unidade do complexo do Centro de Convenções de João Pessoa, estava o ex-governador e senador José Maranhão. “É uma obra que projeta nosso Estado e nossa Capital para o mundo. Ela teve início no meu Governo e vejo com muita alegria a conduta do governador Ricardo Coutinho em dar continuidade às obras, pois isso é muito importante para os paraibanos”, ressaltou.

A escolha do nome do teatro, inspirado em romance homônimo do escritor Ariano Suassuna, também foi motivo de elogio por parte do ex-governador. “Acho muito justa também a homenagem feita ao escritor Ariano Suassuna, que além de ser um homem dedicado às artes, era um inovador e trouxe uma forma diferente e tipicamente nordestina de fazer arte”, lembrou José Maranhão.

O Teatro Pedra do Reino foi inaugurado no dia do aniversário de 430 anos de João Pessoa. O nome do equipamento também foi um dos motivos de elogio público do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Marcos Cavalcanti. “É o maior espaço de cultura já feito por um governante da Paraíba. A homenagem feita ao imortal da Academia Paraibana de Letras, Ariano Suassuna, com o nome Pedra do Reino, que é uma de suas obras, foi um grande resgate da cultura. Está de parabéns o governador Ricardo Coutinho”, enfatizou.

A filha de Ariano Suassuna, Mariana de Andrade Lima Suassuna, esteve presente na solenidade de inauguração do teatro, que homenageia o escritor paraibano. “A homenagem feita pelo governador Ricardo Coutinho ao meu pai deixou toda a família feliz. Ele, quando partiu, deixou uma saudade enorme, mas essa homenagem, dando o nome ‘Pedra do Reino’ ao teatro do Centro de Convenções de João Pessoa, é como uma forma de mantê-lo vivo”, disse. “Afinal, ele (Ariano Suassuna) deixou um legado muito bonito e a viabilização de espaços de cultura, que era o que ele mais amava na vida, é uma forma de mantê-lo perto de nós e de manter viva a cultura que ele tanto preservava”, completou.

O deputado federal Damião Feliciano lembrou que o Teatro Pedra do Reino está dentro de um complexo que tem a capacidade de receber até encontro de líderes internacionais. “Hoje, João Pessoa ganha um grande presente e a Paraíba fica em condições de absorver congressos internacionais, a exemplo do evento da ONU, que foi anunciado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A Paraíba, com o novo Centro de Convenções, vai ter grandes chances de se desenvolver economicamente através do turismo e da cultura”, afirmou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, disse que a capacidade de público e a estrutura do Teatro Pedra do Reino desperta o interesse do turista estrangeiro. “Essa obra marca a história de João Pessoa e da Paraíba e vai abrir as portas para o turismo da Capital. O governador Ricardo Coutinho está de parabéns e nós paraibanos estamos orgulhosos dessa obra”, comentou. “Desde já, a Paraíba entra na rota dos grandes eventos, uma vez que o teatro tem capacidade para aproximadamente três mil pessoas e por aqui teremos grandes shows e espetáculos nacionais e internacionais”, previu.

Para o arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, a entrega do equipamento representa a integração de valores do povo paraibano. “Com a inauguração do Teatro Pedra do Reino, vejo a Paraíba se engrandecendo e se colocando na sua justa posição de gigante pequenina”, afirmou. “Aqui, nós vamos polarizar a cultura nordestina e divulgá-la para o mundo dentro de uma política pública bem maior que é a de desenvolvimento e de integração de valores culturais, artísticos, espirituais. Esse teatro, junto com o Centro de Convenções, representa o crescimento da Paraíba em todas as dimensões. É um marco histórico para o presente e para o futuro”, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas