Autoridades se reúnem para discutir soluções para crise hídrica em Campina

0
COMPARTILHE

A força-tarefa do Ministério Público da Paraíba (MPPB), criada em dezembro do ano passado para fiscalizar a segurança hídrica no estado, promove nesta quinta-feira (9), às 14h, na sede do Ministério Público em Campina Grande, uma reunião para discutir sobre a situação das cidades que dependem do Açude de Boqueirão, como Campina Grande.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Foram convidados para essa reunião em Campina Grande os promotores de Justiça de Boqueirão e de Campina Grande (Promotorias de Justiça do Meio Ambiente e da Saúde); professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e representantes da Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa) e da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa).

Em dezembro do ano passado, a força-tarefa foi criada pelo MPPB, com a participação de órgãos do Estado e de prefeituras, para acompanhar e fazer cumprir as decisões que forem tomadas pela Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba, pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Comitê da Bacia Piancó-Piranhas-Açu, com o objetivo de preservar o abastecimento de água pelo Sistema Coremas-Mãe D’água. De lá para cá, esses órgãos têm traçado estratégias relacionadas à segurança hídrica do estado, visando o combate ao furto e ao desvio irregular de água de adutoras e de reservatórios na Paraíba.

Tendo à frente o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, a força-tarefa é coordenada pelo promotor de Justiça Alcides Leite de Amorim, que integra o Fórum Nacional de Recursos Hídricos, vinculado à Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Ainda compõem a força-tarefa os promotores de Justiça Alexandre José Irineu e Cláudia Cabral Cavalcante.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas