Bancada paraibana aprova emenda que prevê implantação da Rede Sarah em JP

5
0
COMPARTILHE

A bancada da Paraíba no Congresso Nacional se reuniu esta semana para aprovar as emendas que serão apresentadas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017. Uma delas prevê a implantação e construção de uma unidade hospitalar da Rede Sarah de Reabilitação em João Pessoa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Para avançar, e se tornar realidade, o projeto deve passar por dois momentos distintos, é o que explica o senador Cássio Cunha Lima, que participou da reunião da bancada. “Este é o primeiro passo. Aprovada a emenda na LDO, no segundo momento, poderemos apresentar outra emenda na Lei Orçamentária (LOA) para a construção do hospital propriamente dito”, disse.

Atendimento qualificado e gratuito

A Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação é mantida pela Associação das Pioneiras Sociais (APS). Hoje é constituída por nove unidades, localizadas em diversas capitais brasileiras, que realizam mais de 19 milhões de procedimentos por ano. Um dos principais objetivos entre as atividades dessa rede hospitalar é prestar assistência médica qualificada e gratuita à população.

Segundo o IBGE, a Paraíba tem em torno de 27,7% de sua população com algum tipo de deficiência, sendo um dos mais altos índices do país. Convive, ainda, com um progressivo aumento do número de acidentes de trânsito, o que aumenta o índice de pessoas com alguma deficiência – PcD. Entretanto, o estado não conta com nenhum hospital capaz de realizar tratamento especializado nessas áreas.

Uma unidade do Hospital Sarah na Paraíba não atenderá apenas a população local, pois estaria estrategicamente localizada entre duas grandes regiões metropolitanas (Recife e Natal) e no ‘meio’ do caminho entre as Unidades de Salvador e Fortaleza, favorecendo, assim, milhares de pessoas que hoje precisam percorrer longas distâncias em busca de tratamento.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas