Banco Central recebe mais de 2,7 mil reclamações contra instituições financeiras

4
0
COMPARTILHE

Clientes bancários registraram 2.792 reclamações no Banco Central (BC) contra as instituições financeiras em junho. Segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (15) pelo BC, a principal reclamação, com 349 casos, envolve a oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Em segundo lugar, 294 queixas consideradas procedentes pelo BC foram relacionadas a irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito.

Em terceiro lugar, com 267 casos, situam-se as reclamações classificadas como “outras irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços”.

Entre as instituições com mais de 2 milhões de clientes, o banco BMG segue liderando o ranking de reclamações desde janeiro deste ano. No início do ano, o banco passou a ter mais de 2 milhões de clientes e desde então lidera a lista.

Como é

Para fazer o ranking, as reclamações são divididas pelo número de clientes da instituição financeira que originou a demanda e multiplicadas por 1 milhão. Assim, é gerado o índice, que representa o número de reclamações de cada instituição financeira para cada grupo de 1 milhão de clientes.

No caso do BMG, o índice ficou em 45,96, com 120 reclamações procedentes. O banco tem 2,610 milhões de clientes.

Em segundo lugar, vem o banco Pan, com índice de 37,92, 78 queixas e 2.056 clientes. Até maio, o banco Pan tinha menos de 2 milhões de clientes. Naquele mês, o Pan ficou em quarto lugar no ranking de instituições com menos de 2 milhões de clientes.

O banco Itaú-Unibanco ficou em terceiro lugar, com índice de 9,45, 572 reclamações e 60,486 milhões de clientes em junho.

A insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no BC e as reclamações ajudam na fiscalização e regulação do Sistema Financeiro Nacional. Entretanto, o BC recomenda que a reclamação seja registrada, primeiramente, nos locais onde o atendimento foi prestado ou no serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da instituição financeira.

Se o problema não for resolvido, o cidadão pode ainda recorrer à ouvidoria da instituição financeira, que terá prazo máximo de 15 dias para apresentar resposta. Os clientes bancários também podem buscar atendimento no Procon e recorrer ao Poder Judiciário.

Procurados, BMG, banco Pan e Itaú-Unibanco ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

Leia
mais notícias
em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no
Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar
informações à Redação
do Portal Correio pelo
WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas