Banco de Leite Humano Anita Cabral faz campanha para arrecadar frascos de vidro

0
COMPARTILHE

Em virtude do aumento significativo da coleta de leite doado, do estoque de leite ordenhado e pasteurizado nos meses de agosto e setembro deste ano, o Banco de Leite Humano Anita Cabral, que compõe a rede estadual de saúde, está realizando uma campanha para arrecadar frascos de vidro, que são fundamentais para o armazenamento de leite humano em toda a rede. A melhoria gira em torno de 92% no Anita Cabral e entre 10% a 20% nos postos de coleta e bancos, localizados no interior do estado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com a diretora da unidade, Thaise Ribeiro todos podem contribuir e fazer as doações. “Os bancos e os postos de coleta do estado já iniciaram visitas em escolas públicas e privadas, para que organizem gincanas e incentivem os alunos ao trabalho coletivo, sensibilizando-os quanto à necessidade de ajudar; incluindo-os em ações de importância social e ao mesmo tempo, ensinando-os sobre o valor da amamentação para um crescimento saudável, difundindo o trabalho da doação de leite humano”, destacou a diretora.

A responsável pelo Anita Cabral defende que a arrecadação dos frascos de café solúvel é uma estratégia inteligente, de baixo custo e ecologicamente aprovada, pois, contribui com a natureza, no que diz respeito à diminuição de lixo, além de incentivar as atividades dos bancos de leite, que têm o objetivo de diminuir a morbimortalidade infantil e proporcionar um crescimento e desenvolvimento saudável às crianças paraibanas.

De acordo com a diretora, em toda a rede são utilizados, uma média de 800 frascos por mês para armazenamento de leite em domicílio pelas mães e durante o processamento e estocagem no próprio banco de leite. Em virtude da rotatividade de utilização, enfrentamento de transporte e choque de temperaturas constante, os frascos se tornam perecíveis com o passar do tempo, sendo necessário renovar o estoque.

Os frascos utilizados como embalagem para leite humano ordenhado devem ser de vidro, boca larga, tampa plástica rosqueável, e com volume entre 50 ml e 500 ml, preconizado pela Anvisa e Fiocruz. “Esses frascos são componentes responsáveis para coletar leite humano, armazená-lo durante todo o processo, desde o momento da coleta, quando a mãe faz a ordenha em domicílio ou nas próprias instituições hospitalares, passando pelo controle de qualidade, classificação, pasteurização, armazenamento e distribuição”, explicou Thaise.

Segundo ela, a novidade é que os frascos de vidro com tampa de plástico rosqueável que serviam para guardar biscoitos ou bombons e que estão no armário sem utilização também servem para as doações. “Não é mais necessário que seja obrigatoriamente só os de café solúvel ou maionese”, informou.

Aumento da coleta no Banco de Leite Humano Anita Cabral – A média que no início deste ano estava em torno de 130 litros, com 100 doadoras, nos meses de agosto e setembro superou os 250 litros de leite coletado. As últimas três semanas, deste mês, têm demonstrado que a tendência é manter a marca de 250 litros de coleta, sendo doados por uma média de 180 doadoras.

Segurança

O leite doado é processado e analisado por laboratórios, certificados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o que garante a inativação dos protozoários, vírus, fungos e bactérias patogênicas, oferecendo ainda a informação de todas as características físico-químicas, tais como grau de acidez, quantidade de gordura e maturidade do produto. Isso garante que cada receptor atendido receba o leite específico para seu quadro clínico, além disso, esses laboratórios são reconhecidos internacionalmente pela sua excelência em padrão de qualidade.

Doações

Para doar os frascos, sugerir campanhas ou gincanas para arrecadação dos utensílios é só ligar para o banco de leite mais próximo da sua casa ou para o Banco de Leite de Referência, Anita Cabral, a equipe do serviço fará a coleta nos locais que estiverem armazenados os utensílios. Para a coleta nas residências é necessário o armazenamento de mais de 10 frascos.

Para ser doadora de leite é só procurar o banco ou posto de coleta de leite humano mais próximo, estar amamentando o filho, estar saudável e ter excesso de produção de leite. O serviço de Rota Domiciliar irá até a residência da doadora e entregará o Kit Doação (frascos de vidro esterilizado, luvas, gorro e máscara).

Além disso, a equipe prestará todas as orientações necessárias para o correto armazenamento e ainda comparece semanalmente ao domicílio da mãe para coletar a doação.

O telefone do Centro Estadual de Referência para Bancos de Leite Humano Anita Cabral para mais informações é (83) 3215-6047.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas