Bandidos encurralam policiais, metralham sede da PM e explodem banco na Paraíba

7
0
COMPARTILHE

Um vídeo amador feito por um morador registrou o momento exato em que um grupo de estudantes universitários é feito refém durante uma explosão ao cofre da Caixa Econômica Federal na cidade de Areia, no Brejo do estado, a 130 km de João Pessoa. O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (28). Essa é segunda vez que o banco é alvo de ataque em menos de cinco meses. Policiais foram encurralados e a sede da Polícia Militar local foi metralhada pelos criminosos. Clique aqui e veja o vídeo da ação dos bandidos.

Leia mais Notícias do Portal Correio

A ação audaciosa começou por volta das 2h. De acordo com a PM, cerca de 15 homens armados com fuzis invadiram a cidade em carros e motos. Uma parte do grupo foi para frente do destacamento da Polícia Militar e atirou contra o prédio. No local estavam três policiais, que confirmaram que foram tiros de fuzis que atingiram a sede da PM. Uma viatura também foi alvo de disparos.

Durante a ação, os assaltantes fizeram aproximadamente seis estudantes universitários reféns no momento em que passavam pela rua da agência. O grupo criminoso arrombou a porta de vidro do banco e foi em direção ao cofre. Todo o dinheiro existente no equipamento foi levado. A Polícia Militar não soube dizer a quantia roubada pelos criminosos.

Os assaltantes fugiram em direção à cidade de Remígio. Houve perseguição e troca de tiros entre bandidos e policiais, mas os criminosos conseguiram fugir. Grampos foram jogados na estrada e cerca de 10 carros tiveram os pneus furados. Troncos de árvores também foram deixados na estrada para dificultar a passagem de veículos.

De acordo com dados do Sindicato dos Bancários da Paraíba, só este ano 86 bancos foram alvo de ações criminosos no estado. Deste número, 50 agências foram explodidas.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas