Brasil precisa vencer em casa para reconquistar confian?a da torcida nas Eliminat?rias da Copa

9
0
COMPARTILHE

A seleção brasileira encara o Peru nesta terça-feira (17), às 22h, na Fonte Nova, com grandes chances de terminar a quarta rodada da Eliminatórias da Copa entre os três primeiros colocados. Para isso, no entanto, o time de Dunga terá que repetir a postura agressiva do segundo tempo contra a Argentina.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Na quarta colocação, com quatro pontos em três jogos, o técnico não revelou se manterá Douglas Costa no time no lugar de Ricardo Oliveira. Frente aos argentinos, o jogador do Bayern de Munique entrou no segundo tempo no lugar do centroavante e, logo no primeiro minuto, já participou do gol de empate.

Na coletiva da última segunda-feira (17), já em Salvador, Dunga falou sobre a diferença de posicionamento do time com Douglas Costa.

— Gostei do jogo contra a Venezuela, e jogamos de uma forma. No primeiro tempo contra a Argentina, sabíamos que iriam nos pressionar. Conseguimos sair jogando de trás, mas do meio para frente houve dificuldades, a bola não chegava. No segundo tempo, colocamos um jogador mais agudo e trouxemos o Neymar para o meio, isso deu uma dinâmica diferente.

Apesar da dúvida no ataque, o restante do time deve ser o mesmo que começou contra a Argentina, com o zagueiro Gil no lugar do expulso David Luiz. A seleção deve ir a campo com: Alisson; Daniel Alves, Gil, Miranda e Filipe Luis; Luiz Gustavo, Elias, Lucas Lima e Willian; Neymar e Ricardo Oliveira (Douglas Costa).

Sétimo na classificação, com três pontos, o Peru vê o jogo contra o Brasil como um confronto direto para alcançar o G-4. O time do técnico Ricardo Gareca vem embalado da vitória contra o Paraguai e aposta as fichas em Paolo Guerrero, atacante acostumado com o futebol brasileiro.

Os peruanos devem jogar com: Penny; Advíncula, Zambrano, Ascues e Yotún; Tapia, Lobatón, Reyna e Farfán; Guerrero e Pizarro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas