Brasileiro Lauro Chaman conquista o bronze no ciclismo de estrada

7
0
COMPARTILHE

O ciclista Lauro Cesar Chaman conquistou hoje (14) a medalha de bronze para o Brasil na disputa contrarrelógio C5 do ciclismo de estrada, no Jogos Paralímpicos Rio 2016. Ele terminou o percurso em 37min37s43. Soelito Gohr, outro brasileiro na disputa, ficou com o nono lugar na prova, disputada na Praia do Pontal, zona oeste do Rio de Janeiro.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

A medalha de ouro ficou com o ucraniano Yehor Dementyev, que fez o tempo de 36min53s23, e a prata com o australiano Alistair Donohoe que terminou a prova em 37min33s36.

A prova é mesmo uma corrida contra o relógio. Os ciclistas largam individualmente e devem completar um percurso predeterminado na estrada. O atleta que fizer o menor tempo é o vencedor.

Seja na prova de estrada, na qual todos largam juntos, ou de contrarrelógio, o ciclismo de estrada está presente nos Jogos Paralímpicos desde Nova York/Stoke Mandeville 1984. Na Rio 2016, estão sendo disputadas 33 modalidades.

Os atletas competem em bicicletas diferentes, de acordo com sua capacidade funcional. Quanto menor for o número associado, maior é o grau de deficiência do atleta.

– C1-C5 – Atletas amputados, com potência muscular ou coordenação limitadas, que competem em bicicletas normais

– H1-H5 – Atletas com capacidade limitada nas pernas, nos braços e no tronco, usam handbikes (modelos de bicicleta em que o impulso é dado com as mãos)

– T1-T2 – Atletas com coordenação e equilíbrio limitados, competem em triciclos

– TB – Atletas com deficiência visual, competem na bicicleta tandem, com dois assentos (o ciclista que vai na frente não tem deficiência visual)

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas