Buracos e rachaduras atingem uma das maiores pontes da PB, que deve passar por reforma

14
COMPARTILHE

Considerada uma das maiores pontes da Paraíba, medindo 324 metros de extensão, a Ponte João Agripino Filho, conhecida como Ponte Piranhas, vem deixando a população do município de São Bento, no Sertão paraibano, a 395 km de João Pessoa, preocupada. A via, que fica na rodovia PB 293, foi construída e inaugurada em 1970, nunca passou por reforma e está com rachaduras e fissuras na estrutura, além de varandas quebradas. Um levantamento vem sendo feito para avaliar o estado de conservação da ponte.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os problemas da ponte foram reconhecidos pelo diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado da Paraíba (DER-PB), Hélio Cunha Lima. Segundo ele, o órgão vai promover um levantamento da atual situação da ponte para saber qual tipo de reforma vai ser executado.

“Já estamos tomando providências com relação ao levantamento da situação estrutural dessa ponte. Vamos ver se a estrutura da ponte está danificada. Caso esteja, iremos precisar de um levantamento mais profundo e de elaboração de um projeto de reestruturação, além de buscar recursos para essa possível reforma estruturante”, disse Hélio Cunha Lima.

Ainda segundo o diretor do DER-PB, caso o levantamento não verifique problemas na estrutura da ponte, o local vai passar por pintura, fechamento de buracos e reforma das varandas, para dar mais segurança aos condutores.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas