Cadeirante faz denúncia e OAB-PB vê problemas de acessibilidade no estádio Amigão, em CG

3
0
COMPARTILHE

Através da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CDDPcD), a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba, recebeu denúncia de cadeirante sobre falta de acessibilidade ao estádio de futebol Governador Ernani Sátyro (Amigão), localizado em Campina Grande. A denúncia foi formulada a Ricardo Fernandes, Yvson Vasconcelos e Valdete Evaristo, respectivamente presidente, vice-presidente e ouvidora da CDDPcD.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Integrantes da comissão se deslocaram ao estádio, onde, após a realização de uma vistoria promovida com a participação do diretor do equipamento esportivo, Ascanio Pacelli, ficaram constatadas irregularidades e problemas que impedem a acessibilidade das pessoas com deficiência ao local.

Segundo Ricardo Fernandes, “embora tenha sido constatada a existência de uma recente reforma realizada no estádio, com relação aos direitos de acessibilidade para pessoas com deficiência, praticamente nada foi feito”.

“Observamos a existência de rampas com inclinações que não permitem o acesso dos cadeirantes, banheiros com vasos inadequados, inexistência de piso tátil, assim como de qualquer espécie de placa informativa sobre os locais contemplados por acessibilidade ao estádio. Para tratar dos problemas e dos meios de solução, já protocolamos solicitação de audiência com o secretário de Esporte e Lazer, José Marco, restando, agora, aguardar os desdobramentos da reunião para se definir algum posicionamento”, declarou o presidente da comissão.

Fernandes acrescentou ainda que “nos próximos dias estará sendo construído um cronograma de atividades da comissão, cuja finalidade será promover visitas e vistorias em instituições públicas, a fim de se observar a situação geral de acessibilidade e concluir de que modo a OAB-PB poderá auxiliar, conforme cada caso, para solução dos problemas apresentados”.

A redação do Portal Correio tentou entrar em contato com a diretoria do Amigão e com o secretário de Esportes José Marco, mas as ligações não foram atendidas. A assessoria de imprensa da secretaria afirmou que a pasta ainda não teria sido notificada sobre o problema.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas