Câmara aprova por unanimidade projeto que reajusta salário dos servidores de CG

9
0
COMPARTILHE

A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou na manhã desta quinta-feira (19) por unanimidade, durante sessão extraordinária, o projeto de lei de autoria do Poder Executivo que reajusta os salários dos servidores municipais efetivos e os benefícios pagos aos aposentados e pensionistas, tendo como base o valor do novo salário mínimo. Os vereadores ainda aprovaram idêntico projeto beneficiando com a atualização do salário mínimo os próprios servidores do Poder Legislativo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O projeto, referente aos servidores do governo municipal, foi aprovado com uma emenda do vereador Olimpio Oliveira, tendo por objetivo cumprir o que determina a legislação federal e ao mesmo tempo dar continuidade a uma série de políticas públicas voltadas para a valorização dos servidores públicos municipais.

De acordo com a presidente da Câmara, Ivonete Ludgério, que comandou a sessão, a iniciativa do prefeito Romero Rodrigues “demonstra o compromisso do chefe do Poder Executivo em relação à cidade e, especial, quanto à valorização dos servidores municipais”.

No início deste ano, através do decreto nº 8.948 de 16 de dezembro de 2016, o Governo Federal fixou em R$ 937,00 o valor do novo salário mínimo em vigência no país desde o dia 1º de janeiro deste ano. Já em Campina Grande, o projeto foi elaborado pela Procuradoria Geral do Município e enviado pelo Executivo Municipal em caráter de urgência, mas os seus efeitos são retroativos a 1º de janeiro deste ano.

Desta forma, o novo salário mínimo dos servidores públicos municipais (R$ 937,00) já estará em vigor no pagamento deste mês de janeiro. O reajuste foi alvo de elogios por parte de vários parlamentares, entre eles João Dantas, Alexandre do Sindicato, Joia Germano, Marinaldo Cardoso e Teles Albuquerque.

Os vereadores destacaram que o pagamento em dia de todos os servidores públicos municipais e reajustes constantes acima da inflação para várias categorias foi uma das marcas da primeira gestão do prefeito Romero Rodrigues à frente da prefeitura de Campina Grande.

Conforme Teles Albuquerque, estima-se que o impacto na folha de pagamento dos servidores municipais será da ordem de meio milhão de reais a partir deste mês, sendo este é mais um compromisso assumido pelo governo municipal apesar da atual crise econômica. “Além do aumento na folha de meio milhão de reais, também registre-se, como consequência, o impacto a mais de R$ 160 mil/mês em nosso instituto de previdência municipal”, acrescentou.

Isto confirma o que foi dito pelo próprio prefeito Romero Rodrigues. Segundo ele, haverá um impacto significativo nas finanças municipais, que há muito tempo já vêm sofrendo com os efeitos da crise econômica que castiga o país inteiro e, sobretudo, os municípios brasileiros. “Mas graças às medidas de economia e austeridade, que temos adotado desde o início de nossa primeira gestão, iremos conseguir honrar o compromisso com os servidores públicos e manter o pagamento dos salários religiosamente em dia”, comentou o prefeito.

Ele garantiu, ainda, que nesse segundo mandato a manutenção da política de valorização do servidor municipal também será um dos compromissos honrados pelos que fazem a municipalidade.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas