Câmara aprova projeto que reserva espaço de destaque para autores brasileiros

10
0
COMPARTILHE

A Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou, na última terça-feira (14), o projeto de lei do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), que obriga os livreiros a ampliar a divulgação de obras literárias brasileiras nas livrarias, nos postos de venda e nas páginas na internet. A
proposta segue agora para o Senado Federal, caso não haja recurso para a
sua deliberação no plenário.

Leia mais sobre Política no Portal Correio

O projeto tramita em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados e foi
aprovado primeiramente pela Comissão de Cultura, onde recebeu parecer
pela aprovação do deputado Cabuçu Borges (PMDB-AP). Na Comissão de
Constituição e Justiça recebeu o parecer pela constitucionalidade,
juridicidade e técnica legislativa do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA). 

Essa proposição consiste em uma reapresentação do projeto de lei nº 4668/12, da ex-deputada federal e atual suplente do senador José Maranhão, Nilda Gondim (PMDB-PB), apresentado na última legislatura.

De acordo com o projeto, os livreiros deverão destacar em suas livrarias, postos de vendas e sítios na internet, ao menos 10% (dez por cento) do espaço reservado à divulgação de seus produtos literários para a exposição de obras literárias de autores nacionais. O livreiro que descumprir a lei deverá pagar multa de dez salários mínimos. Em caso de reincidência, a multa seria paga em dobro.

Segundo Veneziano, não é incomum que obras estrangeiras tenham grande destaque nas vitrines e postos de vendas de livrarias. “A cultura literária nacional acaba sendo relativamente pouco conhecida pelo próprio público leitor brasileiro. Nesse sentido, buscamos valorizar as obras de nossos autores mediante a exigência de visibilidade de seus trabalhos”, destaca o parlamentar.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas