Câmara de João Pessoa faz homenagem póstuma ao vereador Pedro Coutinho

105
0
COMPARTILHE

Com a presença de inúmeros familiares, amigos, assessores e parlamentares, a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou, na manhã desta quarta-feira (24), uma sessão especial em homenagem à memória do vereador Pedro Alberto Coutinho, que faleceu na última sexta-feira, vítima de um infarto fulminante.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O vereador Dinho (PMN) discursou em nome da Mesa Diretora da Casa e destacou o caráter repentino da perda sofrida por toda a Câmara. Ele ressaltou a história de Pedro Coutinho, do pai do vereador, Luíz Alberto Coutinho, e citou algumas histórias do parlamentar com o tio, o padre Zé Coutinho.

“Estamos e continuaremos todos a lamentar essa perda. Mas, como costuma orientar a sabedoria dos nossos ancestrais: vai-se o homem, mas permanecem suas obras. Para nós, permanece seu exemplo como filho, como pai, como neto e como amigo. Um legado que jamais esqueceremos”, discursou Dinho.

Os parlamentares da Casa deram depoimentos do convívio com Pedro Coutinho, não só na Casa Napoleão Laureano, mas também quando professor, funcionário da Caixa Econômica Federal, superintendente do Instituto de Previdência (IPM) e, em paralelo, quando jogador e amante do futebol, a “pelada” que praticava toda semana.

Todos ressaltaram o perfil gentil e sereno do parlamentar, destacando a maneira que ele fazia política. “Ele era a voz da serenidade que nos fazia ponderar nossas atitudes. Perdemos a voz da serenidade que, com sua experiência, fazia arrefecer os ânimos e nos fazia ver a luz. Seus familiares vão preservar a história de Pedro Coutinho, um dos mais dignos representantes do povo que esta Casa Legislativa já viu”, enfatizou Bruno Farias (PPS)

Bosquinho (PSC) lembrou o quanto Pedro Coutinho era amante do futebol e do Botafogo da Paraíba. Marcos Henriques (PT) destacou a preocupação do vereador em memória com exercícios físicos e com os idosos pelos Projetos de Lei que deixou beneficiando esses segmentos. Sandra Marrocos (PSB) afirmou que, aos 12 anos, foi aluna de Pedro Coutinho e que ele sempre foi uma pessoa muito gentil, educada e conciliadora.

“Em um momento tão difícil para o país, em que a classe política mergulha num descrédito tão grande, ele era, sem dúvidas, um ponto fora da curva, um exemplo de como deve ser a política: sem qualquer nódoa, mácula ou mancha”, associou Lucas de Brito (PSL/Livres), lembrando ainda a atuação decisiva de Pedro Coutinho pela desativação do Lixão do Róger, hoje transformado em área de preservação ambiental.

Os vereadores ainda se solidarizaram com a família pela perda do ente querido. Eliza Virgínia (PSDB) salientou que é Deus quem sabe todas as coisas e que há tempo para tudo na vida. “Há o tempo de nascer, de morrer, de sorrir e chorar. Há o tempo de prantear, este é o momento que a família está tendo aqui, mas na certeza que há um tempo pra tudo. Que a família possa suportar e tentar entender esse momento”, desejou a vereadora.

Representando a Gestão Municipal, o secretário adjunto de articulação política, José Bezerra, afirmou que, quando este era vereador, teve oportunidade de conviver com Pedro Coutinho e, mesmo estando em lados opostos na política, Pedro nunca deixou de ser uma pessoa amiga e sorridente. “Ele nunca misturou política com amizade. Perdemos um amigo e um grande parlamentar”, confessou.

O presidente da CMJP, vereador Marcos Vinícius (PSDB) apresentou um vídeo produzido pela TV Câmara contando um pouco da trajetória do vereador. No vídeo, parentes, amigos e assessores falam sobre o convívio com Pedro Coutinho.

O desembargador Fred Coutinho é primo do vereador em memória e agradeceu as homenagens em nome dos familiares. Ele destacou que o legado de Pedro Coutinho vai continuar por meio de seus filhos. “Pêpê, como era carinhosamente chamado, se foi. Mas deixou três joias raras, que são Angélica, Luís e Pedro. Meus eternos agradecimentos pela continuidade de nossas famílias”, agradeceu Fred Coutinho à esposa Meurys Coutinho, ao irmão de Pedro Coutinho, Carlos Alberto Coutinho. Ele agradeceu ainda, nominalmente, a cada vereador que usou a palavra na sessão.

“Se a saudade chorasse, como dizem que ela chora, eu levava no pranto a dor de cada hora”, afirmou Fred Coutinho.

Missas de sétimo dia

Duas missas irão lembrar o sétimo dia da perda do vereador Pedro Coutinho nesta quinta-feira (25). Uma será celebrada às 16h, na Igreja Nossa Senhora do Carmo, localizada no Centro de João Pessoa; e a outra será às 19h30 na Igreja Santa Terezinha, localizada no bairro do Róger.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas