Câmara não tem acessibilidade e vereador cobra reforma em prédio, em JP

18
0
COMPARTILHE

O cumprimento da Lei da Acessibilidade será um dos pilares do mandato do vereador Damásio Franca (PP) na Câmara Municipal de João Pessoa. Em pronunciamento nesta quinta-feira (9), o parlamentar avisou que vai cobrar o respeito as pessoas portadoras de deficiência em todas as esferas do poder. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 20% da população pessoense possui algum tipo de deficiência.

Leia também: Vereador apresenta requerimento para instalação do Parque da Acessibilidade em JP

“Há um desrespeito claro do cumprimento da Lei, a começar pela Câmara, onde os cadeirantes não têm acesso ao 1 andar. Como vamos recebê-los em nossos gabinetes se não há acesso?. Vou cobrar que ela [Lei] seja cumprida em João Pessoa e aqui na Câmara. Vou solicitar um projeto à presidência de adaptação no prédio. Não podemos deixar que as pessoas portadoras de deficiência sejam discriminadas e marginalizadas, mesmo estando amparadas pelas lei aprovada por esta casa [Câmara Municipal]”, lembrou o vereador.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O vereador lembrou que as pessoas portadoras de necessidades especiais estão sujeitas a todo tipo de impedimento de mobilidade, pois elas enfrentam no dia-a-dia, barreiras que na grande maioria das vezes às impedem de cumprir e usufruir o exercício de cidadania. “Vamos cobrar o direto o acesso ao transporte coletivo, escadas adaptadas, derrubar as chamadas barreiras arquitetônicas e urbanísticas, melhorar as rampas de acesso as calçadas entre outros setores que devemos fiscalizar”, avisou Damásio. O parlamentar tem visitado instituições que trabalhando portadores de deficiência para ouvi-los das suas necessidades.

“Visitei a Fundação de Apoio ao Deficiente (Funad) e um setor da Casa de José Américo que trabalha com esse segmento para saber das demandas das pessoas que se usam os serviços das instituições. A partir dessas reivindicações, vamos começar a fiscalizar e cobrar o cumprimento da lei da acessibilidade”, falou o vereador Damásio Franca.

Parque da acessibilidade

O vereador protocolou na terça-feira (7), o requerimento para a implantação do Parque da Acessibilidade da Capital. O projeto visa a instalação de equipamentos para a prática de exercícios físicos de pessoas portadoras de alguma necessidade física e/ou mental ou que tenha mobilidade reduzida.

O Parque deverá contar com 10 aparelhos adaptados, plataforma para cadeiras de rodas e instruções de como utilizar as máquinas em braile. A ideia é que a praça sirva de referência para quem precisa de um atendimento diferenciado em toda a capital. Inicialmente, o espaço a ser adaptado será o Parque Solon de Lucena, um dos cartões postais de João Pessoa, mas vamos estender essa iniciativa para outras praças da Capital.

A estrutura de nossas praças passa por nova realidade e não podemos excluir as pessoas portadoras de mobilidade reduzida de ter momentos de lazer em prol de sua saúde. Não existe na Paraíba, mas vamos lutar para que seja implantado em João Pessoa e que sirva de exemplo para outras cidades e capitais”, defendeu o vereador.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas