Campeã olímpica orienta e incentiva jovens atletas de vôlei dos Jogos Escolares de JP

85
0
COMPARTILHE

Campeã olímpica em Pequim 2008 e bronze nos Jogos de Atlanta 1996 e Sydney 2000, a ex-levantadora Fofão é a embaixadora do vôlei nos Jogos Escolares da Juventude João Pessoa 2016. Na manhã desta quarta-feira, dia 28, Fofão presenciou às duas semifinais do torneio feminino da primeira divisão. Antes, porém, ela reencontrou o marido, João Márcio, que está trabalhando no setor de transportes da maior competição escolar do país, organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Os dois tiraram fotos em um dos cartões postais da cidade, na praia de Tambaú, próximo ao Busto de Tamandaré.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Hélia de Souza, a Fofão, nunca disputou os Jogos Escolares, mas foi nas aulas de educação física da escola que iniciou sua vitoriosa trajetória no esporte. Na capital paraibana, além de rever o marido após duas longas semanas e posar para fotos com alunos e admiradores, Fofão se dirigiu ao ginásio da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para dar aquela força às atletas de 12 a 14 anos no mata-mata da competição.

“Motivar essas crianças é o meu foco aqui em João Pessoa. Nessa idade as meninas ainda não sabem se vão chegar ao esporte profissional, paira sempre uma duvida no ar. Mas se não atingirem o objetivo de continuar no esporte, elas terão esse momento para recordar. O vôlei dá disciplina, respeito, faz as pessoas serem mais organizadas. Isso com certeza elas já conquistaram”, disse a ex-atleta.

Fofão disputou mais de 340 partidas pela seleção brasileira e desde maio de 2015, logo após a conquista do seu último título na Superliga, nunca mais entrou em quadra. Quando era atleta, aonde ia o marido a acompanhava. Na capital paraibana, eles reverteram os papéis.

“O Joe Joe (forma carinhosa de chamar o marido João) me acompanhou em todos os Jogos. Agora sou eu que estou acompanhando ele no trabalho e vejo o quanto sofria. Antes era eu que não tinha tempo pra nada, hoje é ele. Sai cedo de casa pra trabalhar e volta depois da meia-noite, quando eu já estou dormindo”, disse Fofão.

Hoje é João Márcio o atleta da casa. “O atleta quando chega numa competição vê tudo arrumadinho, as quadras prontas, a alimentação adequada na mesa, o transporte sendo realizado da melhor forma possível. Mas trabalhar na organização de uma competição gigantesca como essa não é fácil. Nos dedicamos 100% para deixar tudo pronto para os atletas só pensarem na competição. Não é fácil, mas é bastante prazeroso”, afirmou Fofão.

Fofão e João estão juntos há mais de 20 anos e são casados desde 2004. Logo após o casamento, Fofão morou na Itália sozinha por um ano. O marido foi obrigado a abandonar o emprego em um banco no Brasil para se juntar a amada na Europa e passou a viver em função da atleta.

“Administrava a carreira dela e fui obrigado a aprender a cozinhar, lavava a roupa, fazia de tudo. Ela ia para o treino e quando voltava o jantar já estava pronto”, disse João Márcio. Os dois são unha e carne e só divergem quando o assunto é futebol. Ela torce para o Corinthians e ele para o São Paulo.

A função do Embaixador dos Jogos Escolares é levar o exemplo positivo da prática esportiva para os jovens participantes, através do contato direto, palestras e atividades educativas. Além de Fofão, os atletas escalados como embaixadores para João Pessoa são: Sarah Menezes (judô), Vanderlei Cordeiro (atletismo), que acendeu a Pira Olímpica nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Daniel Paiola (badminton), Helen Luz (basquete), Angélica Kvieczynski (ginástica rítmica), Fabiana Diniz, a Dara (handebol), Lais Nunes (luta), Matheus Santana (natação) e Ligia Silva (tênis de mesa).

s

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas