Campinense anuncia 62? contrata??o para a temporada 2015

5
0
COMPARTILHE

Desde o dia 6 de dezembro de 2014, quando apresentou 18 atletas para as disputas do Paraibano, Nordestão e Copa do Brasil 2015, até a reformulação do elenco para a Série D, 61 jogadores desembarcaram no Estádio Renatão, em Campina Grande. Acesse o Voz da Torcida.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Entre testes, chegadas e saídas, o 62º nome será o do meia Éder Sales Guerreiro, de 26 anos. Canhoto, natural de Salvador-BA, o atleta chega para ainda ser avaliado pelo técnico Francisco Diá.

“Venho de cirurgia, estou há algum tempo sem atuar e Diá quer primeiro avaliar minha condição física para depois nós firmarmos o contrato. Não é bem um teste, porque Diá conhece meu trabalho, já trabalhamos juntos no Icasa. Mas só vou assinar contrato depois da avaliação dele e do presidente (William Simões)”, explicou Éder, que acumula passagens por Catuense-BA, Camaçari-BA, Icasa-CE, Nacional-AM e Oeste-SP.

Planejamento

Praticamente todas as contratações do Campinense são de responsabilidade do técnico Francisco Diá e do gerente de futebol Luciano Mancha, contando com o aval do presidente William Simões.

Já somando a chegada de Éder, a Raposa recebe uma média de sete jogadores por mês, quase dois por semana. Volante e atacante são as duas posições mais solicitadas por Diá até agora, pelo menos de acordo com os números de contratações. Cada setor já recebeu 13 jogadores.

Em seguida aparecem os laterais: foram 12 contratados na temporada. O Campinense recebeu ainda quatro goleiros, nove zagueiros e 11 meias.

A justificativa da diretoria e da comissão técnica para parte das chegadas é de que alguns atletas desembarcam no Renatão “praticamente sem custo” para o clube, como nos casos do atacante Gazito e do meia Éder.

Em outros casos, por ser ter uma boa relação com Diá, o jogador acaba aceitando um salário que se encaixa dentro da realidade financeira da Raposa.

Se à frieza dos números o planejamento rubro-negro parece atrapalhado, na prática tem agradado ao torcedor. Metade da meta estabelecida para 2015 foi alcançada: o título estadual no ano do centenário.

O outro objetivo, que é o acesso à Série C, parece inicialmente bem encaminhado. Invicto na competição, o time reformulado lidera o Grupo A-3 com oito pontos, quatro a mais que o segundo colocado. Mesmo de folga no final de semana, a Raposa não perde a liderança.

Marcado para o dia 16, no estádio Amigão, o próximo compromisso do Campinense na Série D é contra o Coruripe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas