Candidatos reclamam que há problemas no concurso do Conde; prefeitura explica

12
0
COMPARTILHE

Candidatos que fizeram as provas do concurso da Prefeitura Municipal do Conde denunciaram que a realização do certame ocorreu com diversas irregularidades, inclusive com uma questão que tinha a resposta destacada em negrito nas alternativas. A administração do Município informou que aguarda um posicionamento da empresa que promoveu o concurso para decidir as providências que serão tomadas.

Leia também: Organizadora divulga gabarito preliminar do concurso do Conde; consulte aqui

As denuncias sobre o concurso foram formalizadas em um documento expedido pela Câmara Municipal de Vereadores do Conde. Nesse documento, além da questão com resposta destacada, os candidatos também reclamam de pessoas que teriam tido acesso ao local de prova com objetos eletrônicos.

“Recebemos diversas reclamações diretas de inúmeros inscritos de que houve irregularidades como: todos terem acesso ao colégio (local de prova) com bolsas, celulares, relógios e carteiras; não havia saco ou lacre para guardar objetos; não havia detector de metal ou similares; e nomes da lista de candidatos possivelmente não existente”, diz o documento.

Ao Portal Correio, o secretário de Administração do Conde, Rodrigo Augusto, informou que a prefeitura já procurou a empresa que organizou o concurso para que ela ofereça esclarecimentos sobre as denúncias.

“Formalmente ainda não recebemos denúncia. Estamos com um ofício de um vereador e o encaminhamos para a empresa solicitando esclarecimentos. Estamos aguardando a resposta para ver as providências que iremos tomar”, contou o secretário.

Também ao Portal Correio, o promotor de Alhandra, Antônio Barroso, disse que não recebeu denúncias, mas que candidatos que quiserem reclamar da realização do concurso devem procurar o Ministério Público.

“Pessoalmente, ainda não recebi nenhum documento sobre denúncias do concurso do Conde. Os candidatos que tenham interesse em denunciar qualquer irregularidade podem procurar a Justiça ou o Ministério Público da Paraíba”, falou o promotor.

O Portal Correio tentou contato com a Advise, empresa que realizou o concurso do Conde, para saber um posicionamento sobre as denúncias, mas as ligações não foram atendidas.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas