Capixaba é procurado na PB suspeito de fraudes de R$ 200 mil com venda de veículos

5
0
COMPARTILHE

O capixaba Fábio José da Silva, de 46 anos, natural de Vila Velha (ES), é considerado procurado pela polícia da Paraíba, conforme divulgado pelo delegado Lucas Sá nesta terça-feira (12). A autoridade informou que ele é suspeito de fraudar negociação de veículos com prejuízos de R$ 200 mil.


Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o delegado, Fábio administrava um lava-jato no Bessa, em João Pessoa, e seria especializado em negociações fraudulentas envolvendo veículos de luxo, sendo procurado não só pela polícia da Paraíba, mas também nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Bahia.

“O suspeito já foi preso anteriormente, em setembro de 2013, na cidade mineira de Três Lagoas. Fábio, conhecido como ‘Fabinho da van’, foi preso pela prática de golpes superiores a R$ 1 milhão, sendo localizado em uma residência de Três Lagoas (MG). Naquela ocasião foram apreendidos doze veículos, duas vans, três motocicletas, uma identidade falsa e uma pistola 9mm, além de munições calibre ponto 40 e 12. Fábio foi indiciado pela prática dos crimes de estelionato, lavagem de dinheiro e porte ilegal de arma”, disse Lucas Sá, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF).

Ainda conforme o delegado, em João Pessoa, ele teria conseguido negociar pelo menos dez veículos e obter um lucro superior a R$ 200 mil reais, em apenas poucos meses de atuação.

A DDF orienta que outras vítimas do suspeito procurem a delegacia para que todos os fatos sejam investigados. As investigações serão direcionadas para a identificação de outras vítimas, localização dos veículos negociados e localização do suspeito, para que responda criminalmente por todas as condutas criminosas praticadas.

Qualquer denúncia pode ser encaminhada à DDF pelo Disque Denúncia da Polícia Civil, 197, com sigilo garantido.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas