Carrasco da Copa de 50 morre nos 65 anos do ‘Maracana?o’

25
COMPARTILHE

Alcides Ghiggia, herói uruguaio do Maracanaço na Copa de 1950, morreu nesta quinta-feira (16), de acordo com informações de publicação uruguaia. O Ex-jogador estava com 88 anos e faleceu em decorrência de um ataque cardíaco.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

O ex-atacante uruguaio ficou marcado por ser o verdadeiro carrasco brasileiro no Mundial de 1950. Ghiggia, inclusive, era o único atleta vivo daquela partida histórica para o futebol. Curiosamente, o destino quis que o dia 16 de julho ficasse ainda mais eternizado na vida dele, pois morreu no aniversário de 65 anos do ‘Maracanazo’.

Nos tempos de atleta, foi um ponta-direita que defendeu as cores do Peñarol e Danubio, no Uruguai, e do Milan e da Roma, na Itália.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas