CG poder? ter VLT percorrendo distrito, Centro, complexo industrial e universidades

4
0
COMPARTILHE

O Ministério das Cidades e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos estiveram em Campina Grande, nessa quarta-feira (5), para fazer avaliação da viabilidade técnica para implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na cidade.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O itinerário da linha férrea de Campina Grande começaria do Distrito de Galante, passando pela área do futuro Complexo Aluísio Campos, além de outros setores da parte urbana da cidade, englobando ainda a parte central até o local onde estão instalados os campi da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

“Na realidade, estamos fazendo o trabalho preparatório, buscando apresentar subsídios e justificativas para evidenciar a viabilidade econômica da implantação de um VLT. Demonstramos que há demanda por parte da população para uso deste tipo de transporte público. Temos potencial para este tipo de investimento, destinado a integrar áreas centrais e periféricas”, disse o prefeito Romero Rodrigues, acrescentando que está envidando esforços para formular parcerias com o governo federal, visando viabilizar o uso de trens urbanos em Campina Grande.

De acordo com o secretário de Obras do Município André Agra, ficou demonstrada a viabilidade da implantação do VLT, usando-se os 15,2 Km de linha férrea dentro da área urbana campinense, pois ela passa pelo Complexo Aluísio Campos, corta a cidade e vai até o polo universitário.

Já o superintendente da CBTU em João Pessoa, Wladme Macedo, garantiu que Campina Grande reúne amplas condições para desfrutar de um VLT. Isto porque a cidade conta com um traçado ferroviário muito favorável à implantação desta modalidade de transporte público de passageiros.

O VLT já opera em João Pessoa, mas em caráter experimental. As obras para reestruturação e renovação do sistema de trens urbanos da região metropolitana ainda ocorre de forma gradativa na Capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas