Chegam a João Pessoa cinzas de família paraibana morta na Espanha

7
0
COMPARTILHE

As cinzas da família paraibana morta na Espanha chegaram a João Pessoa na tarde desta terça-feira (10). As urnas chegaram ao aeroporto Castro Pinto, na região metropolitana, quatro meses depois dos corpos terem sido achados pela polícia após denúncias de vizinhos.

Leia também:

“Patrick, o assassino”, disse Marvin a autor de chacina na Espanha; veja imagens de conversa

– Corpos da família paraibana morta na Espanha são cremados; cinzas vêm para João Pessoa

Os restos mortais da família Marcos Campos, Janaína Américo, Davi e Maria Carolina só serão entregues à família nesta quarta-feira (11) após procedimento de segurança obrigatório no aeroporto.

Cinzas chegaram ao Castro Pinto quatro meses após os corpos serem achados

Foto: Cinzas chegaram ao Castro Pinto quatro meses após os corpos serem achados
Créditos: Imagem cedida por Walfran Campos, irmão de Marcos

A família foi achada morta em uma casa na cidade espanhola de Pioz em setembro do ano passado, a cerca de 60 km de Madri. O sobrinho de Marcos, Patrick Gouveia, foi preso como suspeito, durante as investigações, e depois confessou o crime. 

Em conversas de WhatsApp com o amigo Marvin Henriques Correia, de 18 anos, a polícia identificou que Patrick detalhou em tempo real ao amigo como cometeu os assassinatos. Marvin foi preso no Jardim Oceania, em João Pessoa, mas cumpre regime domiciliar. Patrick está preso na Espanha.

As cinzas deverão ser levadas para o cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa, para cerimônia fúnebre.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas