Chove 52% do esperado para mês e JP tem acidentes, queda de árvore e família desalojada

66
0
COMPARTILHE

As chuvas registradas na capital paraibana ultrapassaram, em 24 horas, 52% do volume esperado para todo o mês de maio. A informação foi divulgada ao Portal Correio pelo coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela, na manhã desta quarta-feira (3). Na noite dessa terça-feira (2), o balanço do órgão apontava para 36%. Segundo Noé, vários transtornos têm ocorrido em João Pessoa, como pontos de alagamentos, queda de árvore e desabamento do muro de uma casa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Uma família precisou ser retirada de sua residência durante a noite após parte do muro desabar. De acordo com Noé Estrela, o incidente aconteceu no bairro Colibris e ninguém ficou ferido. Até a publicação desta matéria, a Defesa Civil fazia levantamento de outras áreas de risco, mas não tinha o número exato de áreas onde a situação é preocupante.

Ainda à noite, uma árvore do Parque da Lagoa caiu. Por causa disso, outra árvore acabou sendo atingida, mas não sofreu grandes danos. Também não houve feridos nessa situação.

A população pode acionar a Defesa Civil sobre alguma ocorrência pelo telefone 0800 285 9020.

Volume das chuvas e riscos

Conforme noticiado pelo site Climatempo, com base em dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), choveu 141 milímetros na estação do bairro do Cristo e 126 milímetros foram registrados no Grotão.

Em Bayeux, na Grande João Pessoa, as chuvas também foram expressivas e superaram 100 milímetros em várias estações. No aeroporto, as chuvas moderadas reduziram a visibilidade a 2.000 metros. Apesar disso, o Portal Correio apurou que não houve atraso ou cancelamento de voos.

Ainda de acordo com o Cemaden, há possibilidade média de risco geo-hidrológico para esta quarta-feira (3) no Litoral paraibano. “Na faixa litorânea entre o Recôncavo baiano e o litoral leste do Rio Grande do Norte, as pancadas de chuva poderão ser mais intensas e resultar em acumulados de precipitação significativos para a região”, divulgou o órgão.

Trânsito

Desde essa terça-feira, o trânsito está caótico em João Pessoa. A população reclama de acúmulo de água na pista e demora de até uma hora e meia para trajetos que em dias normais levam apenas 20 minutos.

Segundo a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), esta quarta-feira também começou com problemas no trânsito. A ladeira que liga os bairros de Mangabeira e Valentina está interditada por conta de alagamentos.

O trânsito ficou intenso em algumas das principais avenidas da cidade, como Pedro II, Epitácio Pessoa, Beira Rio e Principal dos Bancários. Dois acidentes foram confirmados em um intervalo inferior a 30 minutos. Na Avenida Pedro II, um carro caiu numa vala no sentido Centro/bairro após o motorista perder o controle. O outro acidente foi uma colisão entre dois veículos, na Avenida Ranieri Mazilli, no Cristo.

Para a Defesa Civil, transtornos no trânsito em dias de chuva são naturais. “Chuvas fortes em malha urbana causam esse tipo de situação em qualquer lugar do mundo”, alega Noé Estrela.

Segundo o órgão, os bairros da Capital que costumam registrar alagamentos com mais frequência são os Bancários, Água Fria e Esplanada. “Mas no caso dos Bancários estão sendo realizadas obras que acreditamos que vão solucionar o problema. A previsão da Seinfra é que o serviço seja concluído em no máximo 30 dias”, pondera Noé. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas