Coitada da crise

7
0
COMPARTILHE

Só queria imaginar o que passou pela cabeça de muitos ex-prefeitos para terem deixado as prefeituras totalmente sucateadas. Não venham me dizer que a culpa é só da crise econômica. Ora, a crise chegou para todo mundo. As dificuldades foram enfrentadas por todos e garanto que nenhum pai de família arruinou, até no sentido literal da palavra, sua casa. É de não acreditar a situação de muitos municípios paraibanos nesse início de 2017. Contas zeradas, prédios públicos sucateados, depredados, frotas com veículos parados e por aí, vai. Sem falar nas previdências municipais com rombos que ultrapassam R$ 1 milhão, a exemplo de Alhandra. Eu espero, sinceramente, uma reação por parte dos órgãos fiscalizadores para punir os responsáveis. É preciso encontrar formas de punição mais severa para quem destrói o patrimônio público. Prisão, afastamento definitivo da vida pública e devolução os recursos seriam de bom tamanho. Mas, sempre há aquela luz no fim do túnel. Existem bons exemplos. Um deles vem de Princesa Isabel, onde o prefeito Ricardo Pereira reduziu pela metade o número de secretários e extinguiu todos os cargos de secretarias executivas. São ações assim que a população espera. Ninguém aguenta mais tanta corrupção e roubo do dinheiro público em plena luz do dia, como aconteceu em alguns municípios paraibanos. Mas, que essa situação também nos sirva de lição para aprendermos a votar em quem realmente tem compromisso com a coisa pública. Ainda bem que essa nova safra de políticos tem vindo melhorzinha, com todo respeito a alguns veteranos.

Desabafo/análise

“Esse povo que defende essa “intervenção militar pacífica e transitória” nunca abriu um livro de História do Brasil??? Que tristeza ver uma jovem segurando um atestado de burrice em forma de cartaz…realmente, o papel aceita tudo…”. A declaração foi postada por uma juíza paraibana, em uma rede social. Concordo de “pé a ponta”.

Desapega 1

“Desapega!”. Foi com esse lema, que pertence a um site de vendas nacional, que a prefeita de Mamanguape, Maria Eunice, mandou um recado ao ex- prefeito Eduardo Carneiro.

Desapega 2

Eduardo estaria ligando para servidores ‘colhendo’ informações e “dando pitaco”. “Ele nem foi pegar o paletó dele no gabinete da prefeitura. Desapega, homem”, disse Eunice.

Desapega 3

Outro detalhe contado pela prefeita, que não descarta ação contra o BB em Mamanguape, é que a gerência não atendeu ao pedido de desautorização de movimentação da conta da prefeitura.

Desapega 4

Segundo Eunice, o objetivo era garantir que o dinheiro da repatriação depositado dia 30 não fosse gasto no mesmo dia, como aconteceu. Detalhe: dia 30 não teve expediente.

Redução eleitoral

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo não esconde o desgosto da ‘redução’ eleitoral que vem sofrendo o PMDB nas últimas eleições. O que já foi o maior partido da Paraíba, hoje se vê ultrapassado pelo PSDB, agora seu aliado, em números de parlamentares estaduais e de prefeitos eleitos.

Salve-se

Uma dívida de R$ 700 mil só com o INSS. Esse é apenas um dos problemas encontrados pelo novo prefeito de Casserengue, Genival Bento (o Dinda). Terá que correr para não ter as contas bloqueadas.

Adiantado

Girassol de carteirinha no Cariri, Adaílson Queiroz, vereador mais votado em Gurjão, é o novo presidente da Câmara Municipal. Mas, já pensa na disputa de 2020.

Sem pompas

Em Bananeiras, a posse dos secretários se resumirá a um ato administrativo. É que as mortes da mãe e da avó de dois vereadores e uma secretária impediu uma cerimônia mais formal.

Mãozinha

O ex-prefeito de Solânea Beto do Brasil continua com uma ‘mãozinha’ na gestão. Ou melhor, seis, já que três dos atuais secretários faziam parte do mandato anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas