Comissão da Câmara aprova projeto que defende o fim de falsas promoções no comércio

4
0
COMPARTILHE

A Comissão de Defesa do Consumidor (CDC), da Câmara Federal, aprovou o Projeto de Lei (PL) 2849/15, do deputado federal Rômulo Gouveia (PB). No texto, o parlamentar sugere que empresários informem o histórico de preços, dos últimos 30 dias, de produtos e serviços divulgados como promoções, tanto em vitrines quanto no ambiente virtual. “O objetivo é munir o consumidor de informações para que possa averiguar a veracidade das promoções”, justificou o parlamentar.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

“Infelizmente, temos presenciado com bastante frequência, em diversos estabelecimentos, inúmeras falsas liquidações, campanhas enganosas que, apesar da divulgação maciça, ou trazem descontos irrisórios ou apresentam descontos maquiados”, explicou Gouveia.

O Projeto acrescenta parágrafo ao art. 31 do Código de Proteção e Defesa do Consumidor (que trata dos elementos compulsórios na oferta de produtos e serviços) para obrigar os fornecedores a divulgar, nas promoções, o histórico de preços nos últimos 30 dias, tanto no ambiente físico quanto no virtual. Essa ferramenta permitirá que o consumidor, sem grandes dificuldades, monitore a veracidade da promoção.

“Somente comparando todos os dados relevantes, tanto do produto, quanto do serviço, é que o consumidor poderá exercer de forma livre e consciente o ato de consumo”, concluiu o deputado.

A proposta segue para apreciação conclusiva na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos deputados.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas