Comissão do governo vai avaliar programas científicos e tecnológicos

6
0
COMPARTILHE

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, anunciou hoje (26) a criação de uma comissão que vai avaliar e acompanhar projetos e programas na área de ciência, tecnologia e inovação. A comissão será instalada a partir da publicação de um decreto do Executivo, previsto para os próximos dias.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Sobre a comissão, Kassab disse que será “composta por notáveis da comunidade [científica] e membros do ministério”, com o objetivo de fazer visitas às instituições e avaliar resultados. “Sua manifestação [a da comissão] será de extrema importância para a continuidade dos programas e projetos e, até, das vinculações das instituições com o governo. São recursos públicos expressivos envolvidos, e se há uma área que precisa disso é a de pesquisa e inovação”, disse o ministro.

Segundo ele, a ideia é reforçar, com colaborações da comunidade científica, o acompanhamento feito pelo Poder Público nessas áreas. “Essa comissão externa a membros do governo apenas vai trazer mais eficiência no uso desses recursos. Ela foi criada agora pelo presidente e será um incentivo a todos parceiros, sabedores de que a partir de agora terão esse acompanhamento adicional além daquele que já existe”, acrescentou o ministro.


Ciência sem Fronteiras

Sobre a reformulação do Programa Ciência sem Fronteiras, Kassab disse que as mudanças terão como foco um novo modelo de investimento.

“Essas bolsas do CNPq estarão atreladas ao novo modelo de investimento no programa. Posso dizer que não é uma questão formatada ainda este novo modelo, mas pelo que tenho participado junto ao Ministério da Educação, haverá sim, evidentemente, mudanças. A questão da pós-graduação é um tema básico da avaliação que está sendo feita, mas volto a dizer: não tenho ainda os elementos totais porque não participo dessas discussões no âmbito da Educação”, acrescentou.

Em nota, divulgada ontem (25), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou que o programa passará por uma reformulação e não serão concedidas novas bolsas de intercâmbio para estudantes de cursos de graduação. A oferta de bolsas para pós-graduação será mantida e pode ser ampliada. O programa será retomado com foco no ensino de idiomas, no Brasil e exterior, para jovens de baixa renda que cursem o ensino médio em escolas públicas.

Entre os participantes da reunião de hoje estavam o presidente interino Michel Temer; o presidente da Fundação Capes, Abílio Baeta Neves; a presidenta da Sociedade Brasileira para Programas da Ciência (SBPC), Helena Bonciani Nader; o presidente da Academia Brasileira de Ciência (ABC), Luiz Davidovich, além do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas