Compara??es

16
0
COMPARTILHE

A intenção não foi criticar o governador Ricardo Coutinho, mas destacar o ato do prefeito Luciano Cartaxo. Contudo, o deputado Anísio Maia acertou os dois alvos ao condenar os que fazem concurso mas não contratam os aprovados.

Palavras de Anísio Maia: “Tem gente que faz concurso, encerra o prazo para a convocação e os concursados têm que entrar na Justiça para serem nomeados. Na Prefeitura não tem essa maçada, não. O Prefeito chama todo mundo dentro do prazo”.

A comparação com o Estado foi inevitável, porque é do conhecimento geral que há apenas cinco dias o Governo foi notificado da última decisão da Justiça, concedendo prazo de 15 dias para nomeação de todos os aprovados em concurso de 2008 para a Polícia Civil.

O juiz, além de multa de R$ 10 mil por dia de descumprimento (termina no dia 6 de fevereiro), alerta que a desobediência implicará em crime de responsabilidade, o que pode levar a perda de mandato.

Os aprovados nesse concurso enfrentam uma verdadeira ‘via crucis’. Logo depois da seleção houve a cassação de Cássio Cunha Lima. Um mês após a posse de José Maranhão, 16 novos PCCRs entraram em vigor, comprometendo a folha e adiando a nomeação. Prorrogou a validade do concurso para garantir o direito dos habilitados.

Ricardo Coutinho assumiu em 2011 prometendo resolver as pendências, mas quatro anos depois, 523 dos 1063 aprovados ainda esperam a nomeação. E todos já passaram pelo curso de formação, realizado no último período eleitoral.

Como os concursados se organizaram para reivindicar, são notícia desde 2009, quando passaram a comparecer a todas as solenidades oficiais com faixas e cartazes cobrando suas contratações. As muitas ações e negociações na Justiça também garantiram publicidade ao caso.

Foi por isso que na solenidade comandada por Luciano Cartaxo chegou-se a comentar que não precisou de nenhum discurso para alfinetar o PSB, por esnobar oferta de participação na gestão. Bastou fazer diferente, ou seja, praticar o discurso da meritocracia.

Luciano quis mostrar que a Educação é prioridade, que não está preocupado apenas que os espaços físicos tenham a melhor infraestrutura, mas que com as crianças tenham a melhor educação. Conseguiu bem mais. Pode contabilizar ganho político.

Banner Rodapé

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas