Condenado por estelionato morava em pr?dio de luxo e passava cheques sem fundo em pizzaria

86
COMPARTILHE

Um homem de 45 anos foi preso suspeito de estelionato. A prisão de Jerry Abrantes Veloso ocorreu no apartamento dele, em um condomínio de alto padrão, no bairro do Bessa, em João Pessoa. Ele foi apresentado nessa segunda-feira (22), à imprensa da Capital pela Delegacia de Defraudações.

Leia mais Notícias do Portal Correio

O delegado Lucas Sá revelou que às investigações começaram há pouco mais de uma semana depois que uma escola privada denunciou o homem. “O pessoal da escola particular disse que Jerry Abrantes apresentou documentos diferentes em várias situações. Eles desconfiaram do caso e denunciaram. Ele foi preso com 9 CPF. A mulher dele estava de posse de mais quatro”, disse.

Ainda conforme Sá, o homem é suspeito de emitir cheques falsos a estabelecimentos de João Pessoa. “Ele passou cheque sem fundo em pizzaria, van escolar e em escolas particulares da Capital. O rapaz da van já foi até na casa dele (suspeito) para pegar uma televisão como forma de pagamento pelo transporte”, comentou.

Segundo o inquérito da Polícia Civil, o suspeito já foi condenado por estelionato em 2002, mas estava foragido. Jerry Abrantes foi levado para a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, na Capital, por força de um mandado de prisão expedido pela 4ª Vara Criminal. Ele vai responder por estelionato, falsificação de documentos públicos e privado. A mulher do preso será investigada.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas