Coordenador de campanha na PB procurado por roubo é preso com documentos falsos

22
0
COMPARTILHE

O coordenador da campanha política de um dos candidatos a prefeito da cidade de Pombal, no Sertão do estado, a 371 km de João Pessoa, foi preso pela Polícia Civil da Paraíba, nessa quarta (31), mas a prisão só foi divulgada nesta sexta-feira (2). Ele, de 43 anos, era procurado por roubo majorado e tinha um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara das Execuções Penais da Capital. O homem também era coordenador do Samu da cidade. Nesta sexta, o Semanário do Município trouxe a exoneração dele do cargo.

Leia mais Notícias do Portal Correio 

De acordo com Patrícia Forny, delegada seccional de Sousa, o homem foi condenado e estava cumprindo a pena em regime semiaberto, mas teria quebrado o benefício. Após ser considerado foragido, a justiça paraibana decretou a prisão e o cumprimento da pena em regime fechado.

“O mandado estava no banco nacional. Fizemos a consulta e constatamos que estava em aberto. O delegado Carlos Seabra fez as investigações e conseguimos prender o homem, que era considerado foragido do sistema penitenciário”, explicou a delegada.

Segundo Forny, durante uma busca na residência do suspeito, os policias encontraram documentos falsos dele e da esposa. As falsas identidades eram para despistar às autoridades policiais e, conforme a Polícia Civil, para abertura de contas bancárias.

“Na imóvel encontramos duas identidades com ele no nome de outras pessoas, CNH e titulo eleitoral falsificados, além da mulher dele estar usando também uma identidade falsificada. Um carregador de pistola .40, um veículo de luxo com restrição de roubo, além de outros documentos e objetos foram apreendidos e serão analisados. A polícia já identificou a abertura de conta corrente com um dos documentos irregular”, falou a policial.

Além de coordenador de campanha eleitoral, o homem também exercia o cargo de coordenador do Samu da cidade. Após o comunicado da prisão, a prefeita da cidade Pollyanna Dutra assinou o ato de exoneração do homem. A decisão foi publicada nesta sexta.

O homem foi levado para a Cadeia Pública de Pombal em virtude do mandado de prisão. Ele foi autuado em flagrante pelos delitos de uso de documento falso, falsificação de documento público, recepção e posse de apetrecho de acessório de Arma de Fogo de uso restrito, previsto no Estatuto do Desarmamento.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas