Coren aponta precariedade e setor de hospital da Paraíba poderá ser interditado

3
0
COMPARTILHE

Moradores do município de Juazeirinho, na região da Borborema, a 190 km de João Pessoa, estão reclamando que o único o hospital da cidade está sem atendimento por falta de médicos. Nessa quarta-feira (25), um cartaz foi fixado na entrada da unidade dizendo: “Por falta de médico e enfermeiros, estamos sem atendimento”. A prefeitura diz que foi um caso isolado, mas a equipe de enfermagem pode ser interditada pelo Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB). A unidade foi a mesma em que uma paciente provocou uma quebradeira após reclamar de demora no atendimento.

Leia também: À espera de atendimento, mulher faz quebradeira em hospital da Paraíba; vídeo

Em denúncias enviadas ao Portal Correio pelo WhatsApp, usuários do serviço de saúde relatam que, além da não realização de consultas, quem precisa fazer o retorno médico para mostrar os exames solicitados fica impedido devido à falta de profissionais na unidade. Além disso, as más condições da estrutura, falta de insumos e alguns medicamentos também causam reclamações.

Leia mais Notícias do Portal Correio 

Em umas das mensagens, um leitor informou: “Hospital Municipal de Juazeirinho-PB é vergonhoso sem médico e enfermeiro. Isso aconteceu hoje e a população está revoltada. A Saúde de Juazeirinho está um desastre”.

Ao Portal Correio, o presidente do Coren-PB, Ronaldo Beserra, disse que a entidade fez uma vistoria e a fiscalização detectou inúmeras irregularidades no setor de enfermagem. Uma segunda inspeção será feita na unidade nos próximos dias e, caso os problemas continuem, o Coren vai interditar eticamente o setor.

“Já entregamos um relatório à gestão municipal sobre os problemas no setor de enfermagem. Faltam insumos, segurança e não há condição de trabalho porque a unidade é de medicina, sendo imprescindível a presença de um médico. Os enfermeiros não podem se responsabilizar pela medicina. Devido à falta de médico no hospital, a população está revoltada e a equipe de enfermagem corre o risco de vida. Os moradores que procuram atendimento estão muito agressivos. Não vamos deixar que os enfermeiros sejam agredidos por irresponsabilidades de terceiros”, falou o presidente.

Outro lado

O chefe de gabinete da Prefeitura de Juazeirinho, Adilson Cardoso, informou que a unidade está sem médico plantonista apenas nas quartas e sábados por conta da carência de profissionais na região e que ainda este mês um profissional deve ser contratado para atender a população. Sobre as condições do prédio e a falta de medicamentos, Cardoso garantiu que o hospital funciona com todos os materiais básicos para atender os moradores.

Com relação ao cartaz na entrada da unidade, o chefe de gabinete falou que foi afixado pela equipe de enfermagem nesta quarta-feira (25), dia que não há médico de plantão. Mas que, após a informação, a prefeitura normalizou o atendimento.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas