Corredora que denunciou doping no atletismo russo poderá competir na Olimpíada

COMPARTILHE

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) permitiu a atleta russa Yulia Stepanova, participar de competições internacionais. Ela denunciou à Agência Mundial Antidoping (Wada) casos de uso de substâncias ilegais por atletas russos.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

“O Conselho da IAAF tomou a decisão de admitir Yulia Stepanova nas competições internacionais como esportista independente, de acordo com a regra 22.1 A”, informou em nota.

A Wada apoiou a recomendação da comissão da IAAF de admitir Stepanova aos Jogos Olímpicos. Ao mesmo tempo, o nome da corredora não consta entre os participantes do próximo Campeonato da Europa.

Yulia Stepanova foi suspensa por dois anos, em 2013, por ter usado doping. Ela e seu marido Vitaly Stepanov foram os denunciantes principais do canal televisivo ARD, que fez um filme sobre o doping nos esportes russos. Em dezembro de 2014, o casal pediu asilo ao Canadá e agora vive nos Estados Unidos.

Em novembro de 2015, a Wada acusou a Rússia de violação das regras antidoping e recomendou à IAAF suspender os atletas russos das competições, incluindo os Jogos Olímpicos 2016, no Rio de Janeiro (Brasil).

Em 17 de junho, o Conselho da IAAF manteve a desqualificação da Federação Russa de Atletismo. O Comitê Olímpico Internacional disse depois que alguns dos esportistas poderão competir pela Rússia se a desqualificação for retirada individualmente.

Leia
mais notícias
em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no
Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar
informações à Redação
do Portal Correio pelo
WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas