Corretor, professor, bombeiro, estudante e maratonista vão conduzir Tocha na Paraíba

0
COMPARTILHE

O revezamento da Tocha Olímpica chega à Paraíba às 11h30 desta quinta-feira (2) e alguns paraibanos terão a chance de representar os conterrâneos ao conduzir o Fogo Olímpico por alguns metros. Em meio a mais de 100 condutores, o Portal Correio conversou com cinco deles, que contam abaixo quais as expectativas para o que todos eles classificam como “um dos momentos mais importantes da vida”.

Leia também: Rua será interditada para passagem da Tocha Olímpica em João Pessoa

Na Paraíba, a Tocha Olímpica vai percorrer os municípios de Pedras de Fogo, Itabaiana e Campina Grande, no dia 2; João Pessoa, Guarabira e Sapé, no dia 3; e em Mamanguape, no dia 4 de junho.


Bombeiro e corredor conduzem a Tocha em João Pessoa

Um dos paraibanos que vai participar do revezamento é o bombeiro civil Marcelo Sousa, de 35 anos. Morador do bairro Jardim Planalto, na Zona Oeste da Capital, Marcelo foi escolhido através de uma seleção feita por uma empresa patrocinadora das Olimpíadas.

“Me cadastrei para uma seleção e contei uma história sobre mim. Fui pré-selecionado e depois selecionado. Fiquei sabendo que fui escolhido em março deste ano. Sou natural de Bonito de Santa Fé (PB) e vou conduzir a Tocha no dia 3, aqui em João Pessoa. Ainda não sei o percurso, mas a expectativa é que eu possa conduzir a Tocha por cerca de 200 metros”, contou Marcelo.

Para o bombeiro civil, a oportunidade de participar do revezamento da Tocha Olímpica vai ser uma das maiores emoções da vida dele.

“É uma oportunidade única, emocionante. Poder representar as pessoas do meu estado e ser o holofote do mundo por alguns minutos vai ser incrível. A espera é angustiante, mas tenho certeza que a emoção vai a mil quando a oportunidade chegar e eu participar do revezamento”, afirmou Marcelo.

Outro condutor da Tocha Olímpica na Capital vai ser o corretor de seguros Wladimir Oliveira. Natural de Campina Grande, ele foi escolhido através de uma seleção nacional realizada por um banco privado que também patrocina as Olimpíadas.

“Participei de uma seleção nacional com outros corretores de seguros e consegui ser escolhido para representar os paraibanos. A Tocha é o símbolo da paz e da união dos povos através do esporte. Vai ser uma emoção grande participar do revezamento, até por eu já ter uma história envolvida com corrida de rua”, contou Wladimir.


Corretor de seguros percorrerá Campina

Em Campina Grande, um dos condutores do Fogo Olímpico vai ser o corretor de seguros Airton Alves, de 53 anos, que também foi escolhido através de uma seleção nacional promovida por um banco que patrocina o evento. De acordo com Airton, a expectativa para participar de um dos eventos mais importantes de todo o mundo é grande.

“A Tocha simboliza a paz em todo o mundo. É uma honra, um privilégio poder conduzi-lá e representar os paraibanos. Vai ser um momento único e tenho certeza que será uma grande emoção poder dividir esse momento com familiares, amigos e o povo de Campina Grande”, disse Airton.


Professor vai conduzir Tocha em Sapé

O estudante e professor de Geografia, Romário Farias, de 20 anos, vai representar os mestres paraibanos durante a condução da Tocha Olímpica no município de Sapé. Romário foi selecionado através de uma promoção de uma marca de refrigerantes e concorreu com mais de 1,1 mil brasileiros.

“As expectativas são as melhores. Acho que o revezamento é uma das maiores representações da união dos povos, nações e culturas do mundo. Vou percorrer as ruas de Sapé e também representar a cidade de Mulungu (PB), onde nasci, e mostrar que se persistirmos e focarmos nos objetivos podemos alcançá-los”, afirmou Romário.

Estudante participa de revezamento em Itabaiana

O estudante Elicarlos da Silva, do Curso de Educação Física da Faculdade Maurício de Nassau, em João Pessoa, vai ser um dos paraibanos que terão a oportunidade de conduzir a Tocha no município de Itabaiana. Ele foi escolhido através de um sorteio de uma patrocinadora das Olimpíadas.

“Eu enviei uma foto em que estou com o meu filho participando de uma corrida em João Pessoa. Recebi a confirmação de que fui selecionado. Como não posso participar das Olimpíadas, porque, infelizmente, sou atleta amador de corrida, essa será uma forma de participar de um momento olímpico. Estou muito ansioso e meu filho cheio de orgulho”, afirmou Elicarlos.

Tocha tem esquema especial de segurança

A passagem da Tocha Olímpica pela Paraíba vai ser acompanhada e monitorada de perto através de um esquema especial de segurança realizado pela Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Polícia Rodoviária Federal, Forças Armadas, representantes de secretarias e órgãos de trânsito de prefeituras por onde a Tocha vai ser conduzida.

O Plano de Ação definido pelo Comitê das Olimpíadas inclui o emprego de motociclistas das instituições de Segurança Pública, de acordo com a demanda e a complexidade local. Nos trechos de rodovias federais a Polícia Rodoviária Federal disponibilizará meios de suas superintendências regionais. Já nos trechos em que o comboio atravessará os perímetros urbanos as polícias militares desempenharão esta atividade com os meios disponíveis e pessoal especificamente treinado.

A Tocha Olímpica se despede da Paraíba às 9h10 do sábado (4), quando será entregue às Forças de Segurança do Rio Grande do Norte.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas