Couto e a Lava Jato

15
0
COMPARTILHE

Não é o crime, mas quem denuncia. Para tirar o “malfeito” de foco, viram as metralhadoras para quem revela.Essa tem sido a estratégia dos políticos no que diz respeito as descobertas da Lava Jato e aos jornalistas que revelam o conteúdo das investigações, principalmente os depoimentos dos que colaboram com a Justiça e contam até os detalhes.

Tentar rotular profissionais e empresas não tem dado certo. Os brasileiros, muito mais politizados do que há 10 anos, já não aceitam informações de uma única fonte, e aprenderam a diferenciar o joio do trigo, ou desculpa esfarrapada de argumentos sérios.

Pesquisas – como a da Datafolha que aponta a corrupção como o maior problema do Brasil, superando saúde, desemprego, educação e ate a violência – não deixam dúvidas de que os cidadãos estão acompanhando as investigações e sabem o grau de envolvimento de cada um dos citados, bem como discernir as estratégias de camuflagem.

Por tudo isso, fica difícil entender como o PT da Paraíba, em nota que pretendia defender o seu deputado federal Luiz Couto, seguiu a velha estratégia de focar em quem divulgou.

No caso, foi uma matéria do prestigioso Estadão, reproduzida na Paraíba, que diz que no celular do ex-presidente da OAS, Leo Pinheiro, foi encontrada mensagem que seria de Arlindo Chinaflia (PT-SP) que cita Luiz Couto como um dos que aceitaram esvaziar sessão de CPI para impedir a convocação do empresário para depoimento.

A nota do PT diz que a “divulgação” é uma “tentativa irresponsável e condenável de difamar a imagem de um dos políticos mais respeitados do Brasil”e que haveria intenção eleitoral, porque ele é cotado pelo PT de João Pessoa para ser candidato a prefeito, embora nunca tenha dado uma declaração admitindo entrar na disputa.

E ataca: “É preciso que a população consiga avaliar quem são os veículos que publicaram esta informação, e de que forma ela foi veiculada. É de conhecimento público que aqui na Paraíba, e em especial em João Pessoa, alguns profissionais de comunicação não possuem comprometimento apenas com a verdade”.

Bastava afirmar que Couto jamais assumiu o compromisso com Chinaglia e o fato perderia força. Contudo, a nota deu mais notoriedade à citação. Nesse caso, a emenda saiu pior que o soneto.

TORPEDO

Manoel Júnior é um excelente nome, tem chances reais de vitória já no 1° turno. Já aparece muito bem nas pesquisas, diferente de um candidato que tem toda a mídia, empregos, enfim, toda a máquina do Estado e não sai de seu lugar, que é lá atrás.

Do ex-governador Roberto Paulino (PMDB), que entre elogios a Manoel Júnior, alfineta o candidato do PSB, João Azevedo.

Mais casas…

Em visita às obras do residencial Nice de Oliveira, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) chamou a atenção para o forte impacto econômico – além do social – gerado pelo programa habitacional de sua gestão em João Pessoa.

… e empregos

“Os R$ 50,4 milhões que estamos investindo só aqui nesta obra incrementam os empregos na construção civil. Com o Nice de Oliveira, estamos gerando 350 empregos diretos e 1050 indiretos”, comemorou.

Balanço…

A PMJP está construindo residenciais como o Vista Alegre, Colinas de Gramame, Vista Verde, Maria de Nazaré e Vieira Diniz. No total, a gestão já entregou mais de 3,5 mil casas e cinco mil estão em construção.

… positivo

Para quem é candidato a reeleição, é um balanço animador, principalmente porque pretende entregar ainda neste 2016 todas as unidades em construção. Luciano Cartaxo terá o que mostrar no guia eleitoral.

ZIGUE-ZAGUE

+ O senador Ricardo Ferraço (ES) desfiliou-se do PMDB, por ser contra aliança com PT, “responsável pela atual derrocada política, moral e econômica do Brasil”.

+ Ainda Ferraço: “É chegado o momento de buscarmos a união de forças para derrotar de vez esse projeto de poder que tanto mal faz ao nosso País e às futuras gerações”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas