C?ssio acusa RC de querer criar TCM para acomodar vice-governadora

0
COMPARTILHE

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) intensificou, na manhã desta sexta-feira (27), a campanha da oposição contra a possibilidade da criação do Tribunal de Contas dos Municípios na Paraíba. O tucano, que já havia se posicionado contrário, classificou a intenção de instalar o novo órgão como uma “manobra política sórdida” do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

Ele acusou o socialista de querer criar o TCM para dar cargos vitalícios de conselheiros a deputados aliados e a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) e assim, segundo ele, tirá-la do comando do estado nos últimos seis meses de sua gestão, quando Ricardo Coutinho deve deixar a gestão para concorrer ao Senado Federal.

“Ele quer se criar um TCM para manobra política, para permitir que deputados ganhem empregos vitalícios, para que a vice-governadora possa ser nomeada no Tribunal de Contas para que Ricardo Coutinho fique com a vice-governadoria livre para barganhar junto à Assembleia”, insinuou Cássio.

O senador ainda acusou o governador de querer criar o tribunal para pressionar e perseguir prefeitos. Ele reclamou também que o TCM geraria nova despesa para o estado, que assim como os demais, enfrenta crise economia.

“Não há como não criar o TCM sem criar novas despesas, não prospera essa falsa ideia ou essa falsa informação de que vai apenas dividir o orçamento, isso não tem como acontecer, pois o orçamento do TCE, praticamente, é todo comprometido com folha de pessoal e a Constituição garante que não se pode mexer em salário”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas