C?ssio se re?ne com Manoel J?nior, mas n?o descarta apoio a Cartaxo

27
COMPARTILHE

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) comentou nesta quarta-feira (20) sobre a reunião política que teve com o deputado federal Manoel Júnior, pré-candidato a prefeito de João Pessoa. O encontro aconteceu nessa terça-feira (19) e foi considerada como “natural” pelo líder tucano.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

Ele contou que foi tratado com Manoel Júnior assuntos pertinentes do cenário político do Brasil, da Paraíba e particularmente de João Pessoa. Cássio afirmou que a fase agora é de conversar com os partidos e não descartou apoio nem ao peemedebista nem ao atual prefeito da Capital e candidato a reeleição, Luciano Cartaxo (PSD).

“É uma fase que as conversações vão ser realizadas. As discussões serão feitas e é natural que esse tipo de conversa aconteça”, explicou Cássio. Segundo ele, “a orientação do partido é ouvir os diretórios em cada um dos municípios” sobre as composições de chapas majoritárias nas próximas eleições.

Ele afirmou estar ciente da preferência dos vereadores do PSDB em João Pessoa de formar uma coligação com Cartaxo, como explicitou Elisa Virgínia (PSDB), defendendo, inclusive, que o partido indique o candidato a vice do prefeito.

“É óbvio que a posição, que a manifestação dos vereadores terá um peso diferenciado pela atuação que eles fazem, inclusive, não podemos desconhecer que eles já fazem parte da base do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo”, afirmou.

Cássio destacou que o PSDB está apenas começando o debate sobre as eleições. A priori o partido tem como pré-candidato a prefeito o ex-deputado federal Ruy Carneiro.

“Todas essas situações serão analisadas, vamos aprofundar as discussões nas reuniões internas dos partidos e, sempre que possível, realizar pesquisas para que de forma participativa e democrática possamos deliberar ouvindo os diretórios municipais”, finalizou.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas