Debate do Sistema Correio com candidatos de Bayeux tem propostas ousadas e ataques

88
0
COMPARTILHE

Confronto de ideias, ataques pessoais, geração de emprego e propostas para a saúde e a segurança marcaram o encontro dos seis candidatos que disputam a prefeitura do município de Bayeux, na Grande João Pessoa, durante o debate realizado na noite desta quinta-feira (1º) pela RCT Canal 27 da NET e transmitido de forma simultânea pelo Portal Correio.


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O debate teve duração de pouco mais de duas horas e quinze minutos e foi marcado por propostas ousadas, como a construção de um teleférico na área de mangue, redução de 50% nos salários do prefeito e secretários e corte de 50% no número de funcionários comissionados, além de alavancar a canoagem, como forma de desenvolver esportes olímpicos.

No primeiro bloco, os candidatos puderam se apresentar e realizar perguntas uns aos outros, com tempo de um minuto para pergunta, dois minutos para resposta, um minuto para comentário e mais um minuto para a réplica.

Quem iniciou a rodada de perguntas foi Marcílio Correia (PSOL), que questionou a Léo Micena (PMB) sobre a violência e as proposta para a segurança.

“A segurança pública tem origem no caos social e o desemprego. Vamos focar na reativação do Colégio militar. Investir em esportes e praças, além do teatro municipal para dar opções aos nossos jovens”, respondeu Léo Micena.

No comentário, o candidato Berg Lima (PTN), afirmou que pretende ampliar o efetivo da Guarda Municipal e equipar os guardas com novas viaturas e oferecer armamento letal.

Ainda durante o primeiro bloco, o candidato Tonny Cultura (PEN) questionou Astero Santos (PRTB) sobre as propostas para a geração de emprego.

Segundo Astero Santos, ele pretende respeitar e valorizar o servidor público de Bayeux, dando a ele benefícios garantidos por lei, valorizando também os Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações de todos os servidores.

Na replica, Tonny Cultura afirmou que pretende construir um teleférico na área de manguezal do município para desenvolver o turismo e proporcionar a criação de novos empregos.

Ainda no primeiro bloco, Astero Santos perguntou a Marcílio Correia sobre a situação do transporte público de Bayeux.

“O que vemos é que as pessoas passam uma, duas horas nas paradas de ônibus esperando o coletivo. Pretendemos criar uma empresa municipal de transporte coletivo para acabar com esse problema”, afirmou Marcílio Correia.


Segundo bloco

No segundo bloco, os temas que dominaram o debate foram esporte e saúde. Em um dos questionamentos, o candidato Expedito Pereira (PSB), que tenta a reeleição, expôs os projetos na área da saúde.

“A saúde pública vive dificuldades em todo o Brasil. Em Bayeux, todas as avaliações mostram que estamos acima da média, mesmo enfrentando alguns problemas. Vamos ampliar as especialidades oferecidas e garantir equipes completas nos Postos de Saúde da Família”, disse o atual prefeito.

Questionado por Marcílio Correia sobre propostas de apoio a esporte, Tonny Cultura garantiu que, se eleito, vai implantar e dar apoio para que as comunidades ribeirinhas possam desenvolver a canoagem, que é um esporte olímpico.

Ainda no segundo bloco, o candidato Berg Lima afirmou que vai construir o Parque dos Manguezais e apoiar festivais culturais do municípios.

“Queremos construir o Parque dos Manguezais, retomar o Carangafeste e apoiar festivais de quadrilha juninas, retomando o calendário cultural da nossa cidade”, disse o candidato.


Terceiro bloco

O terceiro e último bloco começou com Léo Micena questionando Tonny Cultura sobre as propostas com relação à segurança. Para Tonny, o Guarda Municipal de Bayeux precisa de uma melhor qualificação.

Já o candidato Astero Santos, em uma réplica sobre a situação da folha de pagamento de bayeux, afirmou que pretende reduzir em 50% o salário dele mesmo e de secretários.

“Queremos diminuir o número de cargos comissionados em 50% e reduzir o salário de prefeito e secretários também em 50% para garantir uma redução na folha de pagamento do município”, afirmou Astero Santos.


Considerações finais

Nas considerações finais, Berg Lima disse que Bayeux pôde acompanhar qual candidato estava melhor preparado para assumir a prefeitura; Léo Micena enfatizou a necessidade de criar oportunidades aos jovens de Bayeux;Expedito Pereira disse que acredita que os eleitores vão reconhecer seu mandato; Astero Santos afirmou que tem credibilidade e responsabilidade para resolver os problemas da cidade; Tonny Cultura falou que a população deve lembrar das dificuldades que passa e escolher bem o candidato; já Marcílio Correio disse que vai lutar por um transporte pública de qualidade e trabalhar pelo povo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas