Decretada pris?o preventiva de investigados por desvios de R$ 18 milh?es na PB

12
0
COMPARTILHE

Continuarão presas as sete pessoas detidas na operação ‘Andaime’ por força de mandado de prisão provisória, que já havia sido prorrogada uma vez e cujo prazo de 10 dias terminaria neste domingo (5). A operação investiga uma quadrilha especializada em fraudar licitações em obras e serviços de engenharia de 16 prefeituras da Paraíba.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O juiz Adrian Soares Amorim de Freitas, da 8ª vara Federal de Sousa, no Sertão, a 438 km de João Pessoa, acatando pedido do Ministério Público Federal, converteu, no final da manhã deste sábado (4), as prisões provisórias em prisões preventivas.

A partir de agora, todos os envolvidos na primeira fase da operação, em um total de 10 pessoas, estão presos preventivamente, já que desde o início haviam sido decretadas três prisões preventivas.

A operação ‘Andaime’ foi deflagrada na sexta-feira, 26 de junho de 2015, numa ação conjunta do MPF, CGU e PF. Estima-se em R$ 18.337.000 o montante de verbas federais alcançadas pelos suspeitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas