Prédio da ALPB/Foto: Divulgação ALPB

Deputados protagonizam bate-boca e esquentam a pauta na ALPB

Trócolli Junior (PROS) e João Henrique (DEM) discutiram sobre a atuação do Coronel Euller Chaves à frente da Polícia Militar

459
1
COMPARTILHE

Uma discussão movimentou os debates na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta terça-feira (21), envolvendo os deputados estaduais Trócolli Junior (PROS) e João Henrique (DEM). Na pauta do bate-boca estava a atuação do Coronel Euller Chaves, comandante da Polícia Militar do Estado. Trócolli acusou o democrata de usar palavras impróprias para ‘taxar’ o coronel, porém João Henrique respondeu de forma incisiva.

“Eu quero me opor ao discurso do deputado João Henrique, pela questão dos adjetivos que ele usou hoje contra o comandante da Polícia Militar. Eu vou pedir ao presidente que possa retirar da ata os termos criminosos que foram dados ao comandante, isso aqui é uma casa de pessoas de bem e pais de família, e temos que ter o mínimo de zelo com o uso de palavras nessa casa”, afirmou o deputado Trócolli Junior.

“Não só uso como reafirmo, senhor deputado. Vossa excelência tem suas razões em fazer essa defesa, não sei até onde vão as suas amizades”, disse o deputado João Henrique.

Trócolli repudiou as acusações proferidas pelo deputado João Henrique, afirmando que esse não é o comportamento correto de um deputado. Em reposta, João Henrique disse que não seria censurado pelo deputado.

“Vossa excelência acusou o comandante da polícia militar da PB de criminoso, acusou que ele fazia investimentos fora do país e eu acho que esse não é um comportamento correto para um pai de família”, reafirmou Trócolli.

“Não estou aqui para ser censurado por vossa excelência, eu esperava solidariedade de vossa excelência. Está encerrada a fala do deputado Trócolli”, alfinetou João Henrique.

Trócolli pediu para usar o tempo que lhe restava para concluir sua fala, mas foi impedido pelo deputado João Henrique.

“Eu quero usar o meu tempo”, requisitou Trócolli.

“Vossa excelência não usa nada, se quiser, se inscreva”, respondeu João Henrique.

No fim do bate-boca, o deputado João Henrique acusou Trócolli Junior de estar fazendo o papel de ‘moleque de recado’ do comandante da PM e pediu para que o presidente não apagasse nenhuma palavra de seu discurso.

“Vossa excelência está aqui como moleque de recado deste comandante, viu!? E me respeite, deputado, que não sou de sua laia não. Não risquem nenhuma palavra. O que eu disse está dito! Enquanto eu estiver na tribuna, eu não concedo mais a palavra a ele”, disse João Henrique.

COMENTÁRIOS

  1. Esse fato é lamentável, um bando homens adultos, inteligentes, formados (acredito que são), no lugar de estar discutindo algo necessário para sociedade, como: Educação, Saúde, Segurança Pública, ficam trocando farpas… Os senhores deveriam ter vergonha da patente dos senhores. Uma vergonha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas