Desembargadora Maria das Gra?as ? indicada para o TRE-PB

20
COMPARTILHE

Com 10 votos, a desembargadora Maria das Graças Morais Guedes foi eleita para membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB). A magistrada foi indicada na primeira sessão do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba, realizada nesta quarta-feira (27), e assumirá a vaga a ser deixada pelo desembargador João Alves da Silva, atual presidente da Corte eleitoral, cujo mandado será encerrado no dia 7 de março.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

Concorreu ao cargo com a desembargadora Maria das Graças o desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, que obteve oito votos. Ao final do processo, o desembargador Murilo saudou a eleita: “Parabenizo a desembargadora Graça, que é uma juíza experiente e irá representar bem o TJPB na Corte eleitoral”.

A desembargadora Maria das Graças Morais Guedes é a terceira mulher a tomar assento no Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba. Juíza de carreira, nasceu na cidade de São Mamede, sertão da Paraíba, onde iniciou os estudos no Grupo Escolar Seráphico Nóbrega. Cursou o ginásio no Colégio Marcos Barbosa e fez a Escola Normal Estadual de Patos, tornando-se professora. Graduou-se Bacharel em Ciências Jurídicas pela Universidade Federal da Paraíba.

Ingressou na Magistratura Paraibana em 1984, mesmo ano que iniciou a carreira de Juíza de Direito da Comarca de Juazeirinho. Exerceu ao mesmo tempo jurisdição nas Comarcas de Soledade e Pocinhos. Respondeu ainda por Taperoá e Santa Luzia, de igual entrância, e respectivas zonas eleitorais. Em 1988 foi promovida pelo critério de antiguidade para a 1ª Vara da Comarca de Patos. Em dezembro do mesmo ano foi designada diretora do Fórum da referida Comarca.

Foi Juíza Eleitoral na 28ª Zona Eleitoral/Patos, tendo atuado ainda nas comarcas e zonas eleitorais de Teixeira, Princesa Isabel e Malta. Promovida por merecimento para a 1ª Vara Criminal do Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, assumiu em 1992. Respondeu em caráter excepcional pela 1ª Vara e 1º Tribunal do Júri, Diretoria do Fórum e 28ª Zona Eleitoral.

Em 1995 é convocada para a Corregedoria Geral da Justiça, na gestão do Desembargador Wilson Pessoa da Cunha. Por permuta, foi removida em 1996 para a 3ª Vara Cível da Comarca da Capital. A seu pedido, em 10 de outubro do mesmo ano assumiu a 8ª Vara Criminal da Capital (atual Vara de Entorpecentes) – Privativa dos delitos de tóxicos e trânsito, porém permaneceu na Corregedoria da Justiça até o término do biênio. Assumiu a Vara no dia 04.02.1997, onde exerceu suas funções até a presente data.

Em agosto de 1996 preside a 2ª Junta Eleitoral na 36ª Zona – Catolé do Rocha (PB). Foi Juíza Eleitoral da 64ª zona eleitoral no biênio 2005-2007/Capital, sendo designada Coordenadora da Propaganda Eleitoral no pleito eleitoral/2006. Exerceu a titularidade da 2ª Turma Recursal Criminal e 2ª Turma Recursal Mista dos Juizados Especiais, nas gestões dos desembargadores Marcos Antônio Souto Maior e Plínio Leite Fontes.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas