Detran-PB estuda maneira para diminuir valores e baratear o emplacamento das ?cinquentinhas?

0
COMPARTILHE

As taxas para regularização das motos de 50 cilindradas poderão ser reduzidas na Paraíba, atendendo às reivindicações dos proprietários deste tipo de veículo. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está buscando a redução de algumas das quatro taxas que o condutor terá que pagar para emplaca os ciclomotores e a proposta será analisada pelo governador Ricardo Coutinho. Os donos das ‘cinquentinhas’ têm até 9 de abril para licenciarem o veículo. Atualmente as taxas somam R$ 615, mas podem chegar a R$ 1.615,00, caso o condutor precise também ser habilitado. Segundo levantamento do Detran, entre 2009 e o início deste ano, cerca de 58 mil motos desse modelo foram vendidas na Paraíba.

Leia mais Notícias do Portal Correio 

O alto custo para regularização das cinquentinhas assustou os proprietários, que já procuraram o modelo por conta do preço baixo e porque não era preciso emplacar. O porteiro Sandro Romero dos Santos utiliza a moto para ir ao trabalho, poupando tempo e economizando dinheiro. “É um valor muito alto para emplacar a moto e tirar habilitação, já que eu não tenho carteira de motorista. Não se pensa no bolso do trabalhador. Como preciso da moto, não tenho alternativa e vou ter que gastar mesmo”, declarou.

Segundo o diretor de operações do Detran, Orlando Soares, a proposta de redução tem a finalidade de atender a essas pessoas, que dependem do ciclomotor, mas tem limitações financeiras. “Antes mesmo de o Conselho Estadual de Trânsito determinar o emplacamento, o Governo já reduziu a taxa da ACC (autorização para conduzir ciclomotores) de R$ 220 para R$ 42”, disse. O diretor disse que o Detran está discutindo com os sindicatos dos fabricantes de placas e das autoescolas a possibilidade de reduzir seus custos para os proprietários. “O governo fez sua parte, mas é preciso que todos abram mão de alguma coisa, em benefício dos trabalhadores”, concluiu.

Leia matéria completa na edição desta quinta do Jornal Correio da Paraíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas