Dilma critica via Twitter suspensão de recurso do viaduto do Geisel, em João Pessoa

0
COMPARTILHE

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) criticou, na manhã desta quarta-feira (29), via Twitter, algumas ações que o governo do presidente em exercício, Michel Temer, vem praticando no país. Entre elas, a suspensão dos recursos de R$ 17,8 milhões ao Estado da Paraíba, que seriam destinados às obras do viaduto do Geisel, em João Pessoa.

Leia mais Notícias de Política do Portal Correio

Em uma das tuitadas, a presidente disse: “O gov. provisório tem atitudes de coronelismo. Congelou depósito de R$ 17,8 milhões q havia sido feito p/ o gov. da PB finalizar um viaduto (sic)”.

Leia também: Benjamin fará reunião da bancada com ministro para discutir Viaduto do Geisel, em JP 

Em outro trecho do desabafado, Dilma afirma: “No meu governo, fizemos parceria com todos os governos, inclusive com os de oposição. É inadmissível o q o interino fez com a Paraíba (sic)”, comentou.

A notícia da suspensão dos R$ 17,8 milhões foi dada no dia 10 de junho pelo governador Ricardo Coutinho (PSB). Ele disse que o dinheiro, que já tinha sido liberado ainda no governo Dilma, teria ‘sumido’ da conta do Estado.

Em nota, o Ministério das Cidades confirmou que o dinheiro tinha sido retirado porque o governo afastado teria liberado o recurso sem que a obra estivesse com o nível de medição de acordo com os critérios necessários para o recebimento do valor questionado. Conforme a nota, as obras do viaduto estão apenas com 22% dos serviços executados.

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD), que é coordenador da bancada paraibana no Congresso, solicitou agendamento de audiência entre os parlamentares do Estado com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, para discutir a suspensão do recurso federal.

Nessa terça (28), o ministro das Cidades Bruno Araújo disse ao Correio Debate, da Rede Correio Sat, que o viaduto será concluído e que o presidente interino Michel Temer deverá participar da inauguração da obra quando ela estiver pronta.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas