Disposto e Afiado

0
COMPARTILHE

Subestimar João Azevedo pelo fato de não ter um histórico com participação em disputas eleitorais será um erro. Além de contar com um padrinho com o peso do governador Ricardo Coutinho, ele quer ser prefeito de João Pessoa e acredita na vitória. A soma de apoio, vontade e fé pode compensar a falta de traquejo político, que os adversários veem como seu “Calcanhar de Aquiles”.

Aliás, João Azevedo avisa que não é um neófito em política. Em longa conversa no Rede Debate (programa político da RCTV, mediado por Hermes de Luna e do qual participo ao lado de Victor Paiva e Welington Farias), ele garantiu que está mais do que preparado para estrear como protagonista nesse impiedoso e concorrido universo.

João historia seus 30 anos de experiência em funções públicas, inclusive passagens por quatro secretaria da PMJP e a pasta que cuida de todas as obras do Estado, e conclui: “Seria impossível não ter aprendido nada em termos de política e de relações dentro da política”.

E ele mostra que atacar, ele já sabe. Primeiro, diz que não baixará o nível da campanha e nem recorrerá a picuinhas. Depois, acerta a mira: afirma que João Pessoa merece uma gestão melhor do que a de Luciano Cartaxo. Diz que o que ele está fazendo serve para uma cidade de pequeno porte, não para a Capital da Paraíba.

E o exemplo que usa para ilustrar essa tese, certamente não por coincidência, é a mobilidade urbana, área na qual Ricardo Coutinho tem o que mostrar. Começa lamentando o fato de não existir um Plano de Mobilidade, o que explicaria a falta de ações articuladas. Vê apenas intervenções pontuais que não resolveriamgargalos que param a cidade.

Diz que é Ricardo quem está resolvendo esses proble-mas, inclusive o maior de todos, a entrada do Geisel, onde ocorrem engarrafamentos que travam a BR desde as Três Lagoas e desde a UFPB. E arremata: “Será resol-vido com o viaduto que o Estado está fazendo e não a prefeitura”.

Sobre o que a cidade deve esperar de João Azevedo como prefeito, afirma que seu projeto é do PSB, que privilegia a eficiência e valorização dos recursos públicos. Assegura que não é um carreirista, que não tem planos para ser senador ou governador, e que vai “praticar a boa política” em João Pessoa. Outra alfinetada. Aprendeu bem essa lição.

Torpedo

” Tivemos imagens e mais imagens de BRT, VLT e tudo que estaria acontecendo… Ea cidade não viu esse projeto ser feito. A cidade não viu sequer o plano de Mobilidade Urbana ser elaborado”.

Do pré-candidato a prefeito do PSB, João Azevedo, criticando a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Renúncia

O ex-senador Pedro Simon (PMDB) defendeu a renúncia da presidente Dilma Rousseff como saída rápida para a crise e a volta do crescimento econômico. Ele entende que ela já não tem a confiança dos brasileiros.

Dilma na PB

A presidente Dilma Rousseff estará em João Pessoa, segunda-feira, para a abertura do Fórum para Governança na Internet, evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), que discuti-rá segurança na rede.

Barreira

Relator da PEC da reforma política no Senado, Raimundo Lira deve atrair a ira de pequenos partidos. Vai propor que só os que obtiverem 5% dos votos no País tenham acesso ao fundo partidário e a tempo no rádio e TV.

Deboche

Benjamin Maranhão fez duras críticas ao projeto de repatriação de ativos enviados ilegalmente ao exterior. Disse que contraria a lei contra lavagem de dinheiro e disparou: “É uma chacota com o cidadão que paga impostos”.

Zigue-Zague

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha disse que vai provar, no Conselho de Ética, que não mentiu quando disse que não tinha contas no exterior.

Depois que delatores entregaram suas negociações e a Suiça confirmou suas movimentações bancárias, não há quem não queira saber qual mágica fará.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas