Doentes com c?ncer reclamam falta de medicamento em Campina Grande

0
COMPARTILHE

As reclamações sobre a falta de um dos medicamentos utilizados para o tratamento de pacientes de câncer continuam sendo feitas em Campina Grande. O medicamento em falta é o Avastin, cujo fornecimento está sendo cobrado, desde dezembro de 2014, ao Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex), pertencente à Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba (SES-PB). Mas a médica Tatiana Medeiros, gerente da 3ª Região de Saúde adiantou ontem que a Secretaria de Saúde do Estado já está adotando as medidas para normalizar a entrega do medicamento referente ao mês de janeiro de 2015.  

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com a médica Tatiana Medeiros, o medicamento Avastin não faz parte da lista de medicamentos distribuídos pelo Cedmex. “Trata-se de medicamentos que estão sendo entregues em cumprimento a uma determinação judicial”, disse. Segundo a gerente, quatro pacientes já receberam a dosagem de dezembro.  A entrega do medicamento, segundo ela, não foi providenciada há mais tempo por falta de licitação, que já sendo providenciada e também porque o laboratório responsável pela produção do remédio estava em recesso e voltou dia 20 de dezembro.  

Tatiana assegurou que os pacientes receberão regularmente a cota de janeiro.  “São medicamentos que não figuram em listas do Estado e dos municípios e, na maioria das vezes, o paciente é orientado a entrar com  ação judicial para recebê-lo”, esclarece a médica. Ela ressalta que a 3ª Região de Saúde tem responsabilidade por 42 municípios e, de todas as demandas judiciais que a SES recebe, 80% partem de Campina Grande. 

Leia matéria completa na edição desta terça-feira (27) do jornal Correio da Paraíba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas